Chamar-te "Pai" é uma Ofensa Grave a todos os Verdadeiros Pais deste Mundo - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Chamar-te "Pai" é uma Ofensa Grave a todos os Verdadeiros Pais deste Mundo


Olá Sandro,

O meu nome é Mário Gonçalves. Não me conheces. Eu também não te conhecia, passei a conhecer pelos piores motivos. Tenho uma filha da idade da Valentina, o anjo que mataste com as tuas próprias mãos.

Ontem sentei-me na cama da minha filha durante a madrugada, só para a observar a dormir. Pensava para comigo, como é possível um "pai" matar um anjinho tão indefeso? A chuva caía lá fora e entre tantos pensamentos jamais consegui obter uma resposta, pois na verdade não há respostas para um ato tão hediondo como esse.

Durante o dia de ontem, foi possível ler a revolta de milhares de pessoas nas redes sociais sobre a tua pessoa. Pais, Mães, Avós, em suma, pessoas de bem e com sentimentos que jamais conseguem entender o porquê Sandro, o porquê de teres agido dessa forma.

Se somos alguém para te julgar? Não. Isso caberá aos magistrados deste País e a Deus. Em relação aos magistrados deste País, infelizmente não te vão dar uma sentença severa como aquela que mereces. Já Deus, bom, Deus não dorme, Deus saberá o castigo que te reserva daqui para a frente.

Podia chamar-te monstro, animal, entre tantos outros adjetivos, mas isso valia-me de quê neste momento? Já tudo foi dito. Nada mais se pode dizer.

O que se pode dizer é que um anjinho indefeso foi morto às tuas mãos. Às mãos de um cobarde que teve o descaramento de chorar em frente às câmaras sabendo o que tinha feito. Mas sabes? A culpa não é só tua.

Estando este anjinho sinalizado pelas "doutorinhas" e "magistrados" deste País, por maus tratos na tua casa, eu pergunto o que é que estes serviços fazem na realidade? Bom, é fácil, mamam elevadas quantias de dinheiro ao final do mês, ordenados chorudos, porque é isso que lhes importa e não o bem estar das crianças.

É ver certas "doutorinhas" cheias de nove horas ao pescoço a tomar os pequenos almoços prolongados, beber cafés e fumar cigarros à porta dos seus serviços durante a dia, porque isso sim, são boas a fazê-lo, enquanto os verdadeiros problemas continuam por resolver.

Não és o único acéfalo que deveria ser julgado, mas sim quem permitiu que a tua filha estivesse na mesma casa que tu.

Não posso dizer mais nada. Para mim este assunto fica por aqui, espero que a justiça seja severa e que na prisão conheças "bons amigos" que te ajudem a integrar por lá.

Deixo-te com esta foto, para que olhes fixamente a mesma e te lembres que a menina que tens no teu colo está agora debaixo de terra. Foste tu que a mataste. Chamar-te "Pai" é uma ofensa grave a todos os verdadeiros Pais deste mundo.

Tenho a certeza que a pequena Valentina está agora num lugar melhor e a perguntar-se...

Porquê "Pai"? Porquê?

Esteja onde estiver que dê muita força à sua mãe e a todos os que a amavam.

Em relação a ti Sandro, já tudo foi dito, agora não há mais nada a fazer. Que conheças o inferno na terra enquanto por cá andares.

Atenciosamente,

Mário Gonçalves

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________