Direção dos Bombeiros de Pataias Demite-se por Exigência dos Operacionais - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Direção dos Bombeiros de Pataias Demite-se por Exigência dos Operacionais


A direção dos bombeiros voluntários de Pataias, no concelho de Alcobaça, demitiu-se hoje após exigência do corpo operacional, cuja maioria assinou uma carta assumindo desagrado pela gestão, que no fim-de-semana tinha já provocado a saída de quatro diretores.

Numa carta entregue hoje ao presidente da direção, Alberto Costa, e ao presidente da assembleia geral, António Coutinho, 31 dos 42 bombeiros das corporação de Pataias exigiram a demissão da direção “num prazo de 24 horas”, acrescentando que, caso a exigência não fosse satisfeita, colocariam “os capacetes à porta” e pediriam em bloco “a passagem à reserva”, disse à agência Lusa um dos elementos que entregou o documento em representação do efetivo.

A decisão dos bombeiros foi tomada depois de este fim-de-semana se terem demitido “três diretores, a somar a quatro que já anteriormente tinham apresentado demissão”, e de no último mês se ter também demitido Nélio Gomes, comandante da corporação por 14 anos, por alegadas divergências com a direção.

O comando da corporação ficou interinamente entregue ao segundo comandante, Micael Pereira, que uma semana depois impôs também à direção algumas condições para não renunciar ao cargo.

Questionado pela Lusa, o presidente da direção, Alberto Costa, negou na altura a contestação à direção e que a corporação atravessasse uma crise diretiva, mas na missiva agora subscrita pela maioria dos bombeiros foi expresso “o desagrado” pela gestão daquele responsável.

Representantes do corpo de bombeiros e dos sócios da associação reúnem-se hoje para nomear uma comissão de gestão que assegure o funcionamento dos bombeiros de Pataias até que seja possível marcar uma assembleia geral para eleição de uma nova direção.

Fonte: Noticias de Leiria

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________