Vinte ambulâncias não chegam para enfrentar o coronavírus. "Bombeiros vão ter de entrar em ação" - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 19 de março de 2020

Vinte ambulâncias não chegam para enfrentar o coronavírus. "Bombeiros vão ter de entrar em ação"


Secretário de Estado da Saúde admite que capacidade é limitada e que, "para além do INEM e da Cruz Vermelha", também os bombeiros terão de participar no transporte de casos validados de infeção.

Para fazer face à pandemia de Covid-19 não bastam as 20 ambulâncias atualmente equiparadas para transportar casos validados de infeção pelo coronavírus.

Confrontado com alguns casos em que a assistência às vítimas tem sido demorada, aparentemente por falta de ambulâncias, o secretário de Estado da Saúde reconheceu esta quarta-feira que a capacidade para responder à atual velocidade de propagação do vírus está no limite.

"Neste momento o INEM tem nove ambulâncias e a Cruz Vermelha outras 11 a fazerem percursos para casos devidamente validados. É óbvio que há casos que podem correr menos bem, e temos de os ir reduzindo o mais possível, até porque vamos entrar numa fase diferente da doença", apontou António Lacerda Sales, em conferência de imprensa.

O secretário de Estado diz não ter duvidas de que, "mais cedo ou menos tarde, teremos de acionar todos os meios". Ou seja, "para além do INEM e da Cruz Vermelha, também os bombeiros terão de entrar em ação", referiu.

As declarações do secretário de Estado da Saúde foram prestadas na conferência de imprensa desta quarta-feira de atualização dos dados sobre a pandemia de Covid-19 em Portugal. Nela, a diretora-geral da Saúde confirmou que há, neste momento, 642 pessoas infetadas com o coronavírus em Portugal, sendo que duas pessoas já morreram na sequência da infeção.

Fonte: Renascença

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________