ICNF tem viaturas paradas, que podem desinfetar as ruas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 31 de março de 2020

ICNF tem viaturas paradas, que podem desinfetar as ruas


Mais de quatro dezenas de viaturas do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas que podiam ser usadas nas desinfestação das ruas estão paradas, sem qualquer tipo de utilidade.

Enquanto uma equipa de militares fez uma desinfestação no Lar da Santa Casa da Misericórdia de Resende e os trabalhadores da Câmara Municipal procederam a idêntico trabalho num Lar no concelho da Maia, o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF) tem viatura paradas.

No Depósito Geral do Exército, em Benavente, estão mais de quatro dezenas de viaturas novas preparadas para atividades no âmbito da Proteção Civil, nomeadamente para a constituição de equipas de sapadores, pertença do ICNF.

O caso veio a público através do ex-comandante Operacional e da Zona Militar da Madeira, general Carlos Perestrelo, que na sua página de facebook escreveu que face à contingência da pandeia do coronavírus “está na hora de, rapidamente, desburocratizar o processo de entrega serem transformadas em viaturas de limpeza e desinfeção das nossas ruas e de outros espaços públicos ou privados”, justificou.

O oficial defendeu que “este trabalho extra é também bem visível em alguns municípios onde já se estão a organizar para fazer o mesmo”, sustentou que neste Estado de Emergência “não há tempo a perder para bem da nossa Pátria!”,

Questionado o ICNF sobre a existência das referidas viaturas, foi confirmado que que foi lançado um concurso para apoiar a constituição de mais de 40 equipas de sapadores em todo o país”, acrescentando que cada viatura “tem um kit de primeira intervenção de incêndios rurais”, justificaram.

Relativamente ao facto das viaturas estarem armazenadas há várias semanas no Depósito do Exército, o INCF referiu que “o concurso foi concluído no início de março e que a entrega estava prevista para o passado dia 21 de março”, cerimónia adiada devido ao período de quarentena.

Quando colocado perante a possibilidade de as viaturas puderem ser utilizadas nas desinfeções das ruas, como já está a ser feito por muitas autarquias e até mesmo entidades privadas, o ICNF não deu qualquer resposta.

Enquanto as viaturas do ICNF estão paradas, muitas são as autarquias que têm que colocar as suas viaturas adstritas à Proteção Civil a fazer esse serviço, quando poderiam ser colocadas na ajudas às populações de aldeias mais isoladas, como foi o caso da Câmara Municipal de Beja que ontem começou a fazer a desinfestação das ruas do Centro Histórico.

ACOS e seus associados disponíveis para cedência de equipamentos de desinfeção da via pública

Tendo em conta a necessidade de conter o mais possível a expansão da pandemia da Covid-19 e a importância de cada um se assumir como agente de saúde pública, a ACOS e a grande maioria dos seus associados estão disponíveis para ceder os seus equipamentos de pulverização para, caso seja necessário, os colocar ao serviço das entidades públicas, designadamente municípios, para desinfeção de vias e equipamentos públicos.

Embora não exista até à data, na região, qualquer orientação ou obrigatoriedade de desinfeção de espaços públicos em ambiente não hospitalar, a ACOS está a articular-se com a Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL), num exercício de antecipação e preparação para uma futura necessidade de intervir na desinfeção do espaço público.

Este estado de prontidão está em concordância com a necessidade de respeitar todas as especificações técnicas dos biocidas apropriados à desinfeção contra a Covid-19, cujas características técnicas dos produtos foram divulgadas por responsáveis técnicos de saúde e de engenharia sanitária.

Teixeira Correia in Lidador Noticias 

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________