Bombeiros Voluntários de Nelas Lamentam Falta de Operacionais e Meios - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

Bombeiros Voluntários de Nelas Lamentam Falta de Operacionais e Meios


Os Bombeiros Voluntários de Nelas comemoram este ano o 100.º aniversário, mas a corporação queixa-se de falta de operacionais e de meios. O alerta foi deixado na última segunda-feira (3 de fevereiro) na apresentação da programação comemorativa organizada pela associação.

O comandante de Nelas, Filipe Guilherme, frisa que a grande necessidade do corpo voluntário passa pela aquisição de uma viatura de combate a fogos urbanos e industriais, que depende da abertura de fundos comunitários.

“Temos um parque industrial com algum risco e não tenho um veículo que responda a essa situação. Tenho um conjunto de veículos e materiais dispersos e isso me preocupa. Não tenho tido a capacidade financeira e é inimaginável obter 200 mil euros para comprar um veículo destes”, assume.

O comandante admite recorrer ao estrangeiro para avançar com a compra da viatura. “Portugal é, um pouco, a África da Europa, mas não estou a ver outra hipótese”, afirma.

Filipe Guilherme assume ainda que faltam recursos humanos para preencher o quadro do corpo ativo dos Voluntários de Nelas, composto atualmente por 65 operacionais. “A vontade dos jovens é cada vez menos. É fruto de uma sociedade que vem-se alterar e modificar. Isso traduz-se em dificuldades nos recursos humanos”, lamenta.

Os 100 anos da corporação local vão ser assinalados nos próximos meses com diferentes atividades temáticas no âmbito da Proteção Civil, da emergência e do socorro. 

Fonte: Jornal do Centro

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________