Bombeiros “resgatam” boneco preferido de deficiente intelectual e reação é emocionante - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Bombeiros “resgatam” boneco preferido de deficiente intelectual e reação é emocionante


O caso aconteceu em Joinville, mas já viralizou em Santa Catarina, tamanho o exemplo de empatia. No último domingo, 23, por volta das 22h, o telefone do Corpo Bombeiros tocou e do outro lado da linha veio um pedido um tanto quanto inusitado: o resgate de um boneco! Isso mesmo. Mas, não era qualquer boneco, era o Nico!

Nico, como é conhecido, é o melhor amigo do Sérgio da Silva, que tem 49 anos e deficiência intelectual. Segundo a família, o desenvolvimento mental dele não ultrapassou os seis anos. Desde que ganhou o Nico, há cerca de 8 anos, os dois são inseparáveis. Por isso, o Sérgio ficou desesperado quando o boneco caiu da sacada.

Ao ver o melhor amigo caído, em cima do telhado da garagem, o Sérgio chegou até a passar mal. Como o local é de difícil acesso, a família desesperada com a situação acionou o Corpo de Bombeiros. Para felicidade deles, os militares compreenderam na hora a situação e prometeram enviar uma viatura de socorro na segunda-feira, 24.

A “operação resgate do Nico” deu trabalho. Os bombeiros não conseguiram subir no telhado, pois a estrutura era fina. O jeito foi laçar – literalmente- o boneco. O bombeiro José Custódio Farias fez um laço e jogou até acertar. Depois, foi fechando a corda para poder içar o Nico até a equipe.

A reação do Sérgio ao encontrar o melhor amigo foi tão comovente, que nesta terça-feira, 25, os bombeiros voltaram ao local para fazer uma visita. O Sérgio, é claro, estava com o Nico nos braços. O gesto nobre da corporação mostrou que, além do conhecimento técnico, esses profissionais precisam ter muito amor e empatia no coração!


Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________