Morreu Carolina Gil, a bailarina diagnosticada com cancro que emocionou o País - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Morreu Carolina Gil, a bailarina diagnosticada com cancro que emocionou o País


Tinha 25 anos e era saudável. Carolina Gil era bailarina e instrutora de Pilates quando em maio de 2019 a sua vida mudou em questão de segundos. Foi diagnosticada com tumores malignos de estágio 4 nos ossos, pulmão e cérebro.

De acordo com a MAGG e vários comentários nas redes sociais, Carolina perdeu a batalha contra o cancro. A bailarina morreu no hospital onde estava internada desde o Natal.

A história desta mulher emocionou o País através das suas publicações nas redes sociais e também pela entrevista que deu a Cristina Ferreira, no 'Programa da Cristina', na SIC. 

A 25 de dezembro, Carolina publicava uma selfie, já no hospital, onde tinha sido internada e onde passou o Natal. Dois dias depois, na última foto publicada na rede social, a bailarina aparece entubada e não são dados pormenores sobre o seu estado de saúde.

"Dançarás para sempre connosco, Carolina", escreveu a Jazzy Dance Studios, escola de dança onde dava aulas, a acompanhar uma fotografia da professora. 

Em maio, após o diagnóstico, foi criada uma onda de solidariedade à bailarina, para que fosse arrecadado dinheiro para os tratamentos que precisava e que não eram comparticipados pelo Estado.

Foram vários os espetáculos de dança e música a favor de Carolina e várias figuras públicas juntaram-se à causa. 

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________