Bombeiros Querem Isenção de Impostos Associados aos Combustíveis (ISP e IVA) - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Bombeiros Querem Isenção de Impostos Associados aos Combustíveis (ISP e IVA)


Teve lugar hoje, dia 16 de Janeiro, na Assembleia da República, uma reunião solicitada pelos Bombeiros Voluntários do Fundão (BVF) que foram recebidos pelo Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda. Os bombeiros daquela corporação reivindicam estarem isentos de impostos associados aos combustíveis, nomeadamente o ISP e o IVA, alegam que as suas funções são exclusivamente pelo interesse público.

Na reunião, os BVF argumentaram que “nos termos da Lei, os Bombeiros Voluntários exercem as suas funções exclusivamente no interesse público e é em nome deste interesse público que os bombeiros defendem diariamente a vida e interesses patrimoniais da nossa comunidade”.
Segundo a Corporação fundanense, “os combustíveis representam um dos maiores custos suportados pelos bombeiros”.

Referem também que “é dificilmente compreensível que o Estado, numa função que é sua, exija o pagamento de impostos aos bombeiros sempre que alguém necessita de socorro e/ou esteja em sofrimento”.

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda, através da deputada Sandra Cunha, considerou que este momento é o ideal para debater estas proposta, já que o Orçamento de Estado está ser discutido na especialidade. Salientou também a importância das propostas e reivindicações dos Bombeiros Voluntários do Fundão.

Fonte: Interior do Avesso

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________