Austrália Arder desde Setembro deixa Milhares Cercados pelo Fogo - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 1 de janeiro de 2020

Austrália Arder desde Setembro deixa Milhares Cercados pelo Fogo


Autoridades alertam quem ficou em East Gippsland a procurar abrigo e não fugir da região. Há o perigo de se ficar encurralado nas chamas. Turistas queixam-se de informações contraditórias.

Quem não saiu de East Gippsland para escapar aos incêndios na Austrália, conforme indicado pelas autoridades estes domingo, não devem tentar fazê-lo agora. É “tarde demais”, disseram as autoridades, de acordo com a Sky News. Quem ficou deve procurar abrigo longe das estradas porque há o perigo de ficar encurralada nas chamas.

O governo australiano, através dos serviços de emergência, divulgou no domingo um alerta apelando a “todos os que se encontram em East Gippsland” que abandonassem a área até ao fim do dia “devido à previsão de risco de incêndio” para segunda-feira. “Não viajem para esta área. Não é possível prestar apoio e ajuda médica a todos os visitantes que estão neste momento na região de East Gippsland”, lê-se no alerta, que vem acompanhado de um mapa que indica a região que deve ser evacuada.

Ao fim de quase dois meses de incêndios contínuos — que já levaram à morte de nove pessoas e dizimaram pelo menos cinco milhões de hectares de território —, a Austrália enfrenta esta segunda-feira a situação mais grave desde o início dos fogos, com o governo australiano a pedir a todas as pessoas que se encontram na região de East Gippsland que abandonem a área imediatamente.

“Se está a planear visitar East Gippsland hoje [domingo] ou na segunda-feira, não o faça. Se já está a visitar East Gippsland, tem de abandonar a região hoje. Se vive em East Gippsland, tem de sair para um local mais seguro”, disse no domingo Andrew Crisp, responsável pelos serviços de emergência do estado de Victoria, em declarações citadas pela imprensa australiana, segundo a qual se encontravam cerca de 30 mil turistas na região afetada.

O alerta de domingo não deixava dúvidas. Os milhares de turistas e residentes de East Gippsland tinham de sair da área até ao final do dia devido ao elevado risco de incêndio. Mas muitos optaram por ficar contrariando as indicações das autoridades. Agora é "tarde demais" para fugir às chamas, afirmou Andrew Crisp, responsável pelos serviços de emergência do estado de Victoria.

"Não viajem para esta área. Não é possível prestar apoio e ajuda médica a todos os visitantes que estão neste momento na região de East Gippsland", dizia o alerta, acompanhado por um mapa que indicava a área a ser evacuada. "Se pensa visitar East Gippsland hoje [domingo] ou segunda-feira, não o faça", reforçava o aviso.

As autoridades recomendam agora aos que ficaram na zona para que procurem um abrigo em locais fechados e longe de janelas e de estradas. Vários incêndios deflagram na região nas últimas horas.

Em East Gippsland, a leste do estado de Victoria, moram cerca de 80 mil pessoas e estima-se que estejam cerca de 30 mil turistas, de acordo com o site australiano da ABC.

Os incêndios na Austrália não têm dado tréguas desde setembro

"O perigo extremo de incêndio, a previsão de fortes ventos e temperaturas elevadas" verificou-se, tal como as autoridades estavam à espera, referiu Andrew Tupper, do Instituto de Meteorologia de Victoria, durante uma conferência de imprensa, realizada esta manhã.

Nas próximas horas, o cenário não é animador. As condições meteorológicas mantêm-se adversas, com temperaturas que podem ultrapassar os 40º Celsius, ventos fortes e trovoadas, e originar novos focos de incêndios. Durante a noite, prevê-se que haja uma mudança da direção do vento e uma descida das temperaturas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________