Ligar para o INEM Apenas em Caso de Emergência: 65% das Chamadas São Falsas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

domingo, 22 de dezembro de 2019

Ligar para o INEM Apenas em Caso de Emergência: 65% das Chamadas São Falsas

Numa emergência, é recomendado que o tempo entre ligar ao serviço e um operador atender a chamada não ultrapasse os seis segundos. Onze anos depois da implementação do 112 como número de emergência europeu, o mais recente documento do Comité de Comunicações da Comissão Europeia coloca Portugal como um dos países europeus onde essa meta é cumprida: em média, o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) demorou justamente seis segundos a atender um pedido de ajuda em 2017. Isto não significa que as longas esperas em linha sejam inexistentes. 

Em junho deste ano, por exemplo, pedir ajuda ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) demorou, em média, seis minutos, facto que a instituição justificou com os “picos de serviços” e a falta de pessoal nos meses de verão. 

E, tendo em conta um período de tempo tão grande, há outro indicador da Comissão Europeia que surge quase como contraditório: os últimos dados dizem que 87% das chamadas efetuadas foram atendidas nos primeiros dez segundos depois de o telefone começar a tocar.

Fonte: Expresso

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________