Mais de 110 Mil Acidentes Provocaram 396 Mortos nas Estradas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 5 de novembro de 2019

Mais de 110 Mil Acidentes Provocaram 396 Mortos nas Estradas


O número de mortos nas estradas portugueses desceu entre 1 de janeiro e 31 de outubro relativamente ao período homólogo, mas o número de acidentes e de feridos graves subiu, segundo dados provisórios oficiais.

De acordo com o último balanço da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) relativo a 10 meses (entre 1 de janeiro e 31 de outubro deste ano) morreram 396 pessoas nas estradas portuguesas, menos 24 do que no período homólogo (420).

Os dados da ANSR referem-se a óbitos que ocorrem no local do acidente ou durante o respetivo transporte até à unidade de saúde e os valores relativos aos feridos graves são referentes a vítima de acidente cujos danos corporais obriguem a um período de hospitalização superior a 24 horas.
Foram registados 110.034 acidentes, mais 924 do que no período homólogo (109.110).

No mesmo período ficaram feridas com gravidade 1.890 pessoas, mais 106 do que nos 10 meses de 2018.

A ANSR indica também que 34.740 pessoas sofreram ferimentos ligeiros, mais 479 do que em igual período do ano passado (34.261).

O balanço, que reúne dados da GNR e PSP, destaca também que na última semana de outubro (22 a 31 de outubro) morreram nas estradas 14 pessoas e 66 ficaram feridas com gravidade.

O distrito com maior número de mortos resultantes de acidentes foi o do Porto (43), seguido de Lisboa (39), Braga (33), Coimbra (30) e Santarém (29).

Fonte: Renascença

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________