Futuro da Escola Nacional de Bombeiros em Risco - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Futuro da Escola Nacional de Bombeiros em Risco

A Associação Portuguesa dos Bombeiros Voluntários (APBV), após ter tomado conhecimento pelos órgãos de comunicação social que o Sr. Presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), no dia 19 de Novembro durante o seu discurso, na cerimónia de tomada de posse do
Sr. Segundo Comandante Nacional André Fernandes, enunciou como uma medida essencial para o futuro o trazer conhecimento das instituições de ensino superior para a ANEPC e a construção da futura Escola Nacional de Proteção Civil e manter assim as ações de formação e treino, decidiu solicitar uma audiência ao Sr. Presidente da ANEPC para que seja clarificado a sua visão e o posicionamento da ANEPC no que à Escola Nacional de Bombeiros diz respeito neste processo.

A APBV é de total acordo que é necessário e essencial trazer o conhecimento das instituições de ensino superior para a ANEPC, mas quanto á futura Escola Nacional de Proteção Civil, entende que é necessário clarificar, quais as verdadeiras intenções da ANEPC quanto á sua criação e implementação, pois existe uma Escola Nacional de Bombeiros que está implementada e no nosso entender cada vez mais sub aproveitada, estando cada vez mais está virada para setores paralelos ao setor dos Bombeiros e definitivamente mergulhada num pântano sem de lá conseguir sair. 

Existem ainda muitas centenas de Bombeiros em Portugal e muitos com mais de vinte anos de bombeiros que nunca tiveram uma única formação na escola Nacional de Bombeiros e que depois se revoltam com o facto de saberem que a Escola Nacional de Bombeiros, aposta fortemente na formação de empresas e até em ações de formação em Mestrados e Pós graduações, ações essas que por sua vez dão equivalências a vários cursos da ENB, como por exemplo o curso de quadros de comando que deveria no entender da APBV ser um curso restrito e cada vez mais exigente, pois só assim poderá ganhar qualidade e credibilidade e assim qualquer um mesmo sem ser bombeiro o pode tirar.

A APBV fica a aguardar ser recebida pelo Sr. Presidente da ANEPC para que possa ser ouvida e esclarecida sobre este e outros assuntos que tanto preocupam os Bombeiros Voluntários.

Direcção da APBV,
20/11/2019

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________