Bombeiros Perdem Receitas da Pista de Gelo do Natal Após Auditoria à Câmara - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Bombeiros Perdem Receitas da Pista de Gelo do Natal Após Auditoria à Câmara


As corporações dos Bombeiros Voluntários de Bragança e de Izeda vão perder uma receita de cerca de 18 mil euros proveniente da bilheteira da pista de gelo que será instalada na Praça Camões durante o decurso da iniciativa 'Bragança terra Natal e de sonhos', que se realiza entre o dia 1 de dezembro e 6 de janeiro.

A perda desta receita foi anunciada esta quinta-feira pelo autarca de Bragança, Hernâni Dias, que a explica pela necessidade de dar cumprimento às recomendações de uma auditoria às contas da câmara realizada pelo Tribunal de Contas que concluiu que, entre 2015 e 2017, os apoios da autarquia atribuídos à corporações de bombeiros do concelho não tiveram qualquer critério ou controlo na sua aplicação. "O município nos anos anteriores tinha protocolos com os bombeiros para que pudessem arrecadar as receitas da pista de gelo, mas o resultado de uma auditoria do Tribunal de Contas indicou que esse não era um procedimento correto e não poderia continuar. Sendo o município uma entidade respeitadora estamos a dar cumprimento a essa situação", explicou o autarca.

A "Auditoria ao Financiamento pelos Municípios de Corpos e Associações de Bombeiros - Município de Bragança" concluiu que os diferentes apoios municipais atribuídos aos corpos de bombeiros representam mais de metade dos rendimentos dos mesmos. O apoio global da Câmara de Bragança foi superior a 300 mil euros para com a corporação de Bragança, que recebia cerca de 175 mil/ano, e a de Izeda recebia 50 mil, através de protocolos anuais.

Nos outros anos em que se realizaram as festividades ligadas à quadra natalícia o município estabelecia protocolos com aquelas duas corporações, ambas do concelho de Bragança, para que pudessem arrecadar as receitas da pista de gelo, que depois era dividida de acordo com a colaboração de cada corporação.

O evento Bragança Terra Natal e de Sonhos marca a quadra no mês de dezembro nesta cidade, com diversas atividades de animação, música, desportos e teatro, ainda que a principal atração seja a pista de gelo com 300 m2. Em 2018 passaram pela pista de gelo 23.143 patinadores e pela Praça Camões, onde se cria a cidade Natal 101.766 pessoas. No mês de dezembro, o número de visitantes aumentou 20% .

Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________