Mais de 200 Mil Pessoas Evacuadas na Califórnia Devido a Incêndios - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 29 de outubro de 2019

Mais de 200 Mil Pessoas Evacuadas na Califórnia Devido a Incêndios


Os violentos incêndios que estão a afetar a Califórnia levaram as autoridades a ordenar a retirada de quase 200 mil pessoas das suas casas no condado de Sonoma, o mais atingido pelos fogos. Foi ainda declarada situação de emergência em todo o Estado norte-americano. O jogador de basquetebol Lebron James e o ator e ex-governador Arnold Schwarzenegger estão entre as pessoas que foram evacuadas e deram conta da situação nas redes sociais.

Os ventos fortes têm sido o principal obstáculo no combate às chamas, que tem sido ainda dificultado com novos focos de incêndio, como o da madrugada desta segunda-feira, a oeste de Los Angeles, denominado como Getty pela sua proximidade com o museu Getty Centre, que resultou em ordens de evacuações e obrigou ao corte de alguns troços da autoestrada 405, a mais movimentada do país.

Na sequência deste novo incêndio, cerca de 10 mil habitantes de um bairro de classe alta de Los Angeles foram aconselhados a deixarem as suas casas. "Este é um incêndio que se espalhou rapidamente", afirmou Eric M. Garcetti, autarca de Los Angeles, em conferência de imprensa. Pelo menos cinco casas foram destruídas pelas chamas, mas este é um número que deverá aumentar, admitiu Garcetti.

O jogador da NBA, LeBron James, dos Los Angeles Lakers, foi um dos residentes que teve de ser retirado "de emergência" da sua casa, como relatou nas redes sociais. "Tenho andado de carro com a minha família para conseguir quartos", escreveu no Twitter. O atleta acabou por encontrar uma solução para a passar a última noite, que descreveu como "louca". Aproveitou ainda para agradecer o trabalho dos bombeiros.

Arnold Schwarzenegger contou que abandonou a casa quando eram 03.30 da madrugada. "Se estiver numa zona de evacuação, não faça asneiras. Saia de casa", expressou nas redes sociais. "Neste momento estou grato por poder apreciar os melhores bombeiros do mundo, os verdadeiros heróis da ação que carregam contra o perigo para proteger os californianos", disse o ator de cinema no Twitter.

Dezenas de escolas e pelo menos duas universidades suspenderam as aulas devido aos incêndios que se estendem pelas colinas a oeste da cidade.

Bombeiros protegem importante centro de arte
A corporação de bombeiros de Los Angeles enviou equipas para proteger o Getty Center, centro de arte onde estão obras de valor incalculável como de Rembrandt, Van Gogh, Monet e Degas. A medida surge como prevenção, uma vez que as autoridades não consideram que o complexo corre risco.

"Nós estamos bem aqui. O Getty Center é seguro", afirmou a responsável pela comunicação do centro de arte. À CBS Los Angeles, Lisa Lapin referiu que foram tomadas medidas de precaução.

"Armazenamos milhões de litros de água na colina. Fazemos limpeza na nossa propriedade e, claro, a arquitetura é de pedra. O telhado é de pedra, por isso não temos problemas", assegurou Lapin. Atualmente, o Getty Center tem patente uma exposição do impressionista francês Edouard Manet.

Também em estado de emergência encontra-se o norte da Califórnia, onde o incêndio Kincade já destruiu mais de 21 mil hectares de área vinícola e ameaça pelo menos 80 mil estruturas. O fogo tem quase o dobro do tamanho de São Francisco, diz o The New York Times.

As chamas mantêm esta zona completamente isolada. Este incêndio destruiuquase 100 edifícios, de acordo com a Cal Fire, a agência estatal de combate a incêndios. Desde sábado à noite que mais de três mil bombeiros estão a combater as chamas.

Mais de um milhão de pessoas estão já sem eletricidade, mas a companhia de eletricidade Pacific Gas and Eletric decidiu cortar o serviço a mais quase dois milhões de clientes, no norte do Estado, para prevenir a possibilidade de mais incêndios causados por cabos derrubados ou estragados.

Ventos fortes são esperados nos próximos dias
Também em Los Angeles há milhares de pessoas sem eletricidade devido aos fogos.

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, declarou no domingo o estado de emergência devido aos incêndios, e anunciou um programa de 75 milhões de dólares (cerca de 67 milhões de euros) para diminuir o impacto dos cortes de eletricidade e prevenir novos incêndios.

As previsões do estado do tempo na Califórnia não permitem acalmar os ânimos, já que o Serviço Meteorológico Nacional emitiu esta segunda-feira um aviso vermelho (o mais grave numa escala de quatro) para o norte do Estado devido à expectativa de ventos muitos fortes.

Perante os incêndios devastadores, Tim Cook, o presidente da Apple fez saber que a gigante tecnológica vai fazer doações para ajudar nos esforços de combate às chamas.

No Twitter, Cook solidarizou-se com todas as pessoas afetadas pelos fogos, "incluindo os membros da família Apple", agradeceu o "trabalho incansável" dos operacionais no terreno e apelou a todos os que estão em zonas de perigo para que se protejam.

Fonte: Diário de Noticias

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________