Bebé enterrada viva encontrada por pai que enterrava filha morta após o parto - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Bebé enterrada viva encontrada por pai que enterrava filha morta após o parto


Uma bebé recém-nascida enterrada viva foi encontrada na Índia por um pai que estava a enterrar a filha, que morreu após o parto, revelou o chefe da polícia local, Abhinandan Singh.

A menina foi encontrada dentro de uma panela de barro a cerca de 90 centímetros do chão e foi levada imediatamente para o hospital, onde se encontra a recuperar.

"Quando estava a cavar uma cova para a filha, a pá atingiu uma panela de barro, que foi retirada e havia um bebé deitado nela", explicou o chefe da polícia.

Entretanto, a polícia iniciou uma investigação sobre o incidente. "Estamos a tentar encontrar os pais do bebé e suspeitamos que isto deve ter acontecido com o consentimento deles", disse Singh.

Este, porém, não é caso isolado na Índia, país que tem uma das piores proporções de género do mundo e onde as mulheres são frequentemente discriminadas e as meninas são vistas como um fardo financeiro, nomeadamente nas comunidades mais pobres. Os ativistas dizem que a tradicional preferência dos indianos por filhos rapazes significou mortes de milhões de raparigas ao longo dos anos por feticídio e infanticídio.

Embora a maioria dos fetos femininos indesejados seja abortada com a ajuda de clínicas ilegais de determinação de género, os casos de meninas mortas após o nascimento também são comuns.

Fonte: Diário de Noticias

Sem comentários:

Publicar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________