Plano Prévio de Intervenção para melhoria da defesa e do socorro - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Plano Prévio de Intervenção para melhoria da defesa e do socorro


A Câmara Municipal de Ourém já deliberou a aprovação do Plano Prévio de Intervenção (PPI) para ativação dos meios de socorro no nosso concelho. “É um processo difícil, que se vem alongado ano após ano, mas que nós agarrámos e estamos finalmente a concluir”, vincou Luís Miguel Albuquerque.

O documento foi aprovado na Reunião da Câmara de 5 de agosto, após parecer positivo das entidades envolvidas no processo: INEM, ANEPC – CDOS de Santarém e as Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do concelho de Ourém (Fátima, Caxarias e Ourém – e respetivas secções de Espite e Freixianda).

“Trata-se de um processo muito importante para a melhoria da defesa e do socorro das pessoas do nosso concelho”, reforça o Presidente da Câmara Municipal, apontando uma das principais valias do PPI. “Ao contrário do que sucede atualmente, este plano define que a corporação que estiver mais perto da ocorrência é a que será chamada a intervir primeiro, caso tenha meios à sua disposição”, resume Luís Miguel Albuquerque.

“Há muitos casos flagrantes que obrigavam a esta alteração, como o que acontece na Cavadinha, que fica a cerca de dois quilómetros do quartel de Caxarias, mas consta da área de intervenção dos Bombeiros de Ourém, através da Secção de Espite, sita a cerca de 15 quilómetros do local. Isto no caso de a ocorrência ser denunciada através do 112. Não faz sentido… Este plano vem regulamentar esta situação”, promete o edil.

O PPI para ativação dos meios de socorro no concelho de Ourém é um instrumento à disposição das corporações de bombeiros voluntários do concelho, criado para possibilitar o desencadeamento sistematizado da resposta imediata a operações de proteção e socorro, assegurando uma gestão integrada de recursos operacionais mais eficaz.

O PPI define e operacionaliza a ativação imediata dos meios de socorro, incidindo sobre acidentes rodoviários, emergência pré-hospitalar e incêndios urbanos/industriais. No caso de incêndios rurais, prevalece o Plano de Operações Distritais; nas ocorrências registadas na Autoestrada A1 e A13, imperam os Planos Prévios de Intervenção da ANPC.

Ao abrigo deste documento, o Diretor do Plano Prévio de Intervenção será o Presidente da Câmara Municipal de Ourém, enquanto o Comandante de Operações de Socorro será o elemento mais graduado no Teatro de Operações.

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________