Incêndio Matou Três Filhos de Bombeiro Enquanto ele Respondia a Emergência Falsa - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Incêndio Matou Três Filhos de Bombeiro Enquanto ele Respondia a Emergência Falsa


Um incêndio matou cinco crianças num infantário de Erie, no estado norte-americana da Pensilvânia, no último sábado. Entre as vítimas, estão três filhos de um bombeiro da corporação local que, no momento em que as chamas deflagraram, se encontrava a responder a uma chamada falsa, provocada por uma avaria num alarme.

Luther Jones, de 29 anos, deixou os três filhos num infantário, no último sábado, e juntou-se aos colegas dos Bombeiros Voluntários de Lawrence Park, na localidade contígua a Erie. Cerca da uma hora de domingo, estava a responder a uma chamada, que se veio a revelar falsa, quando um incêndio começou no infantário dos filhos.

Os bombeiros de Erie foram chamados para ajudar a combater as chamas e retiraram do meio do fogo cinco crianças, que acabaram por morrer. Entre as vítimas, com idades entre os oito meses e os oito anos, encontravam-se os filhos de Jones. A ex-mulher de Jones, Shevona Overton, era a mãe das três crianças, mas também de uma outra que morreu no incêndio, mas que não era filha do bombeiro.

No Facebook, Overton deixou uma mensagem a dizer que queria os filhos de volta e publicou as imagens das quatro crianças que morreram.

"Estamos com o coração destroçado pelo recente incêndio trágico na cidade de Erie", escreveu nas redes sociais o comandante dos bombeiros de Lawrence Park. "Estamos de luto profundamente". Jones é bombeiro voluntário há 15 anos e considerado um "jovem excecional".

"Não consigo imaginar o que aquele pobre rapaz está a passar", disse o chefe dos bombeiros de Lawrence Park, Joe Crotty, à revista "People". "O pobre rapaz. Estamos a fazer tudo o que podemos".

Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________