ANAC culpa HeliPortugal por atraso na autorização de voo dos helicópteros Kamov - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 23 de julho de 2019

ANAC culpa HeliPortugal por atraso na autorização de voo dos helicópteros Kamov


Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) acusa a HeliPortugal pelo atraso na reintegração dos três helicópteros Kamov no combate às chamas.

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) culpa a empresa HeliPortugal pelo atraso na autorização de voo dos helicópteros pesados de combate a incêndios Kamov.
Fonte da ANAC disse que a empresa responsável pelas aeronaves, a HeliPortugal, apenas entregou a documentação necessária para o processo de certificação dos helicópteros na segunda-feira de manhã.

“O mesmo está a acontecer com outros três helicópteros ligeiros que se encontram, neste momento, em terra, à espera dos documentos da HeliPortugal”, acrescentou a autoridade aeronáutica, questionada pela Renascença.
A ANAC disse ainda que sem esta documentação não pode conceder autorização de voo às aeronaves, por questões de segurança.

“O que nós fazemos é apenas garantir a segurança das operações de voo, mas sem o processo de certificação concluído, resta-nos esperar”, acrescentou a fonte.

A Renascença aguarda uma resposta da HeliPortugal.

A Agência Nacional de Aviação Civil autorizou na segunda-feira que três dos helicópteros pesados Kamov possam voltar a operar no combate aos incêndios.

A autorização da ANAC foi dada depois de a empresa Heliportugal, que é quem vai operar os Kamov, ter enviado os restantes documentos que estavam em falta.
As aeronaves pesadas de combate a incêndios encontravam-se em manutenção.
A autorização surge no seguimento do incêndio de grandes proporções que desde sábado fustiga o distrito de Castelo Branco sem que aqueles aparelhos estivessem aptos a ajudar no combate às chamas.

Os tês helicópteros pesados Kamov alugados pelo Estado para o combate aos incêndios florestais vão operar a partir dos centros de meios aéreos de Vila Real, Ferreira do Zêzere e Loulé, avançou esta terça-feira à agência Lusa a Proteção Civil.

Fonte: Renascença

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________