Bombeiro Salvou Criança Quando Estava de Folga. Feito Valeu-lhe Medalha de Ouro - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 14 de junho de 2019

Bombeiro Salvou Criança Quando Estava de Folga. Feito Valeu-lhe Medalha de Ouro


Gonçalo Monteiro, do corpo de bombeiros da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Carcavelos e São Domingos de Rana (AHBVCSDR), estava a conduzir perto do bairro Mata da Torre quando se apercebeu de que saía fumo da janela de um edifício. Apesar de não estar de serviço, “com risco da própria vida entrou no edifício e tentou retirar o maior número possível de pessoas”, como se poder ler no Diário da República (DR).

“Sempre norteou a sua conduta e ação, na proteção das pessoas, do património e do ambiente, de forma notavelmente solidária, devotando muito do seu tempo em prol da comunidade” pode concluir-se no despacho 5599 do DR, onde é possível compreender que, ao entrar no apartamento em chamas, Monteiro apercebeu-se da intensidade das chamas, procurou ajuda e, com o auxílio de agentes da PSP, não conseguiu salvar a moradora mas, subindo ao 3º andar do prédio, retirou uma criança que se encontrava sozinha em casa.

O operacional recebeu a medalha de mérito de proteção e socorro, grau ouro e distintivo azul, concedida pelo governo. O incêndio ocorreu em dezembro do ano passado, contudo, o documento emitido em maio último justifica a atribuição da condecoração a Monteiro pela sua atuação, sendo que fez “jus ao lema dos bombeiros ‘vida por vida’, demonstrando sentido de solidariedade e altruísmo”.

“Há momentos das nossas vidas que por uma ou outra razão ficam guardados na nossa memória para sempre e que a partir daí servem-nos como referência para o futuro. Lembro-me por isso como se fosse hoje, do dia em que cumpri um sonho de menino e vesti pela primeira vez a farda de um Bombeiro” partilhou o profissional na sua página pessoal do Facebook.

Sublinhe-se que o motorista de autocarros doou o montante recebido, no valor de 1500 euros, à AHBVCSDR, onde ingressou há 15 anos.

Fonte: Jornal SOL

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________