Incêndio em Fábrica Têxtil faz Quatro Feridos em Ovar - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Incêndio em Fábrica Têxtil faz Quatro Feridos em Ovar


Um incêndio deflagrou na manhã desta quinta-feira na fábrica têxtil Valmet Lda, em Ovar, Aveiro. O edifício teve de ser evacuado. 

Quatro pessoas ficaram feridas, devido à inalação de fumo, no incêndio que deflagrou na fábrica onde trabalham cerca de 350 pessoas. As vítimas foram transportadas para o Hospital São Sebastião, em Santa Maria da Feira. 

Segundo a Proteção Civil, o alerta do incêndio foi dado às 09h20. 

Foram mobilizados para o local 54 operacionais apoiados por 18 viaturas. Também a GNR de Ovar foi chamada ao local para garantir um perímetro de segurança. 

Segundo o que o CM conseguiu apurar, o incêndio está confinado a um armazém da fábrica onde se encontram materiais inflamáveis.

Junto à fábrica existem habitações e, por questões de segurança, estas também foram evacuadas. 

Moradores das casas vizinhas à empresa tiveram de ser retiradas do local.

Ainda não se conhece a origem do fogo.

A circulação na zona onde se localiza a fábrica está condicionada. Também a circulação ferroviária na linha do Norte, entre Porto e Aveiro, se encontra condicionada.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Ovar, João Mesquita, não soube precisar o número de funcionários que abandonaram essa unidade fabril quando o incêndio foi detetado, mas afirmou à Lusa que "saíram todos do edifício e estão bem".

As operações estão agora concentradas na manutenção de um perímetro de segurança que mantenha livres de perigo as residências circundantes, sendo que o incêndio "exibe alguma intensidade e envolve muito fumo, dado o tipo de materiais que está a arder", sobretudo papel e celulose, disse.

"Vamos consolidar o perímetro e trabalhar na extinção do fogo", frisou João Mesquita.

Segundo o 'site' da Valmet, a empresa é uma multinacional que se afirmou como "líder mundial no desenvolvimento e fornecimento de tecnologias, automação e serviços para os setores de celulose, papel e energia". 

Com 12.000 colaboradores a nível mundial, tem "220 anos de história", mas foi reformulada em 2013 na sequência "da divisão dos negócios de celulose, papel e energia do Metso Group". 

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________