Criança de 11 Anos Salva a Mãe de Asfixia ao Ligar para o 112 - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 14 de maio de 2019

Criança de 11 Anos Salva a Mãe de Asfixia ao Ligar para o 112


Uma menina de 11 anos salvou a vida da mãe ao chamar o 112 depois de esta se ter engasgado ao tomar um comprimido. 

O caso aconteceu em Las Palmas de Gran Canaria, nas Ilhas Canárias, Espanha. Depois de ver a mãe a ficar asfixiada, a criança chamou os meios de socorro.

Segundo o portal espanhol 20minutos, o Centro de Coordenação de Emergências e Segurança percebeu que se tratava de uma emergência quando recebeu a chamada. 

Quando o Serviço de Urgências das Canárias falou com a criança, percebeu que a mãe se tinha engasgado com um comprimido e que não estava a conseguir respirar. 

Enquanto a ambulância se dirigia para casa da vítima, os médicos pediam à menina que ficasse atrás da mãe e que realizasse cinco movimentos interescapulares (ao nível das omoplatas) com a palma da mão. Depois de realizar os movimentos, a criança tinha de perceber se a mãe tinha deitado fora o comprimido que a estava a asfixiar. 

Depois de realizar o processo anterior sem sucesso, os médicos pediram à menina que tentasse outro exercício. Foi pedido à criança que realizasse a manobra de Heimlich. 

Nesta manobra, utilizam-se as mãos para fazer pressão sobre o diafragma da pessoa engasgada, o que provoca uma tosse forçada, que faz com que o objeto seja expulso dos pulmões.

Foi através desta manobra, e com a ajuda da menina e do avô da criança - que chegou mais tarde à casa - que a mãe se conseguiu salvar. 

Apesar de se ter salvo a mãe da menina em casa, a mulher foi encaminhada para o Hospital Universitário Insular de Gran Canaria para avaliação médica.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________