Carro Atropela Durante Procissão e Mata Duas Mulheres nos Açores - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Carro Atropela Durante Procissão e Mata Duas Mulheres nos Açores


Um atropelamento numa procissão fez esta terça-feira à noite dois mortos, na freguesia das Quatro Ribeiras, na ilha Terceira, nos Açores. As vítimas são duas mulheres, de 68 e 84 anos, segundo apurou o Correio da Manhã.

De acordo com a Proteção Civil, o carro despistou-se tendo embatido na multidão que estava na procissão de velas daquela freguesia. O condutor foi identificado e não acusou álcool nem drogas no sangue.

Há ainda a registar 13 feridos, dos quais quatro estão em estado grave e seis têm ferimentos ligeiros. Oito das vítimas são mulheres e as restantes cinco são homens. Todos foram assistidos no local e encaminhados para o Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira (HSEIT) e Centro de Saúde da Praia da Vitória.

Os quatro feridos graves continuam internados no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, mas em "situação estável", adiantou à Lusa fonte da Proteção Civil.

Rui Luís, que tutela a Proteção Civil, numa conferência de imprensa, em Angra do Heroísmo, avançou que "dos quatro feridos graves, apenas um está em situação mais delicada", com 60 anos. A vítima mais nova tem 18 anos.

O acidente na procissão ocorreu às 20h29 locais, mais uma hora em Portugal Continental.

Para o local foram encaminhados vários meios de socorro, nomeadamente 24 bombeiros apoiados por 11 veículos e INEM, que assistiram as vítimas.

Foi ainda mobilizada uma equipa de apoio psicológico no local e no hospital para a população. 

O Correio da Manhã entrou em contacto com o padre local, Carlos Cabral, uma das testemunhas do incidente que afirma que se tratou de um encadeamento com o sol por parte do condutor. 

O pároco garante ainda que o condutor circulava em excesso de velocidade.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________