Bombeiros Feridos com Golpe de Calor em Parada - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 27 de maio de 2019

Bombeiros Feridos com Golpe de Calor em Parada

Foto: Bombeiros.pt

Quatro bombeiros sofreram um golpe de calor e desmaiaram durante a parada do Dia do Bombeiro, em Leiria, no domingo à tarde, quando ouviam os habituais discursos debaixo de um sol forte, tendo necessitado de hospitalização. Um deles acabou por sofrer ferimentos consideráveis, após bater com a cabeça num passeio.

Liga de Bombeiros Portugueses (LBP), organizadora do evento, desvalorizou este incidente que, disse, "acontece em todas as paradas". Mas a Associação Portuguesa dos Bombeiros Voluntários (APBV) critica "a falta de respeito por se ter marcado um evento destes para um dia de calor".

Ao JN, alguns bombeiros contaram que durante os discursos os desmaios sucederam-se no meio da formatura, tendo todos os feridos rumado ao Hospital Distrital de Leiria. Um bombeiro da corporação de Pataias necessitou de uma pequena cirurgia devido ao corte que sofreu na cabeça. Aí terá sido distribuída água, que até então só tinha sido dada a quem não estava na formatura.

O presidente da LBP, Jaime Marta Soares, defendeu, ao JN, que este tipo de incidentes "acontece em todo o lado, principalmente nas Forças Armadas, e não é um drama". "Mas a nossa organização é tão perfeita que, assim como acudimos à população, também acudimos aos nossos", explicou, admitindo que possa a vir a ser mudada a data do evento no futuro "em função da temperatura".

Rui Silva, líder da APBV, lamentou o episódio e "a ideia errada de que os bombeiros são militares, para serem submetidos a estes eventos". "Só quem não tem sentido de respeito exige este comportamento", acusou.

De acordo com o segundo comandante dos Bombeiros de Pataias, Micael Pereira, o elemento ferido na cabeça realizou "um TAC só para despistar algum problema" e "levou quatro pontos", tendo tido alta na noite de domingo.

A data do Dia do Bombeiro foi contestada por muitas associações e dirigentes do setor, por ter sido num dia de eleições e de calor na zona centro. Sinal desse descontentamento foi a pouca adesão ao evento: à exceção de duas dezenas de bombeiros do distrito de Portalegre, só as corporações de Leiria participaram na cerimónia.

Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________