Mulher Mata Marido com 185 Facadas Após Descobri-lo a Abusar da Filha - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 12 de março de 2019

Mulher Mata Marido com 185 Facadas Após Descobri-lo a Abusar da Filha


Um homem foi encontrado em casa sem vida neste sábado. A mulher e a filha do casal terão atacado o homem e desferido um total de 185 facadas, de acordo com a autópsia realizada ao corpo.

A vítima foi identificada com sendo Alberto Elvio Naiaretti, de 46 anos, foi submetido a uma autópsia no mesmo sábado em que foi encontrado. Os médicos verificaram nessa altura a quantidade inédita de punhaladas desferidas pela mulher e pela filha.

Os golpes foram o resultado de anos de maus-tratos, que culminaram com a descoberta em flagrante do marido a abusar da filha, segundo avançou o jornal espanhol ABC.

A mãe foi detida juntamente com outra filha de 18 anos, que terá ajudado a mãe a realizar o crime.

A mãe, que admitiu o crime, terá esperado pela chegada dos serviços de emergência e confessou que tinha esfaqueado o marido em várias zonas do corpo, após ter visto o seu marido abusar da sua filha. O homem já tinha cadastro e tinham sido feitas várias queixas de violências doméstica na Esquadra da Mulher e Família das Malvinas Argentinas, que tinham sido ignoradas pelas autoridades.

No bairro onde viviam, Alberto Elvio Naiaretti era conhecido por assediar mulheres e ser um ”vigarista”. Acende-se agora o debate sobre a justificação para o homicídio. Há quem defenda que a pena deve ser atenuado, e quem diga mesmo que não devia ser condenada de todo.

As autoridades apontam um número recorde de golpes desferidos num crime, ultrapassando o caso em que duas mulheres assassinaram um padre com 120 punhaladas durante um ritual satânico.

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________