Mais Dinheiro e mais Benefícios Fiscais para os Bombeiros - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sábado, 23 de março de 2019

Mais Dinheiro e mais Benefícios Fiscais para os Bombeiros


Governo anuncia aumento de mais de cem euros para os bombeiros que fazem parte das equipas de intervenção permanente.

O ministro da Administração Interna esteve esta manhã em Aveiro, no 21.º Congresso Extraordinário da Liga dos Bombeiros Portugueses, a tentar apagar as críticas acesas que a Liga tem apontado ao Governo e ao papel dos bombeiros na Proteção Civil.

Eduardo Cabrita diz que a reforma da proteção civil nacional, que está a ser trabalhada tese outubro, valoriza o papel dos bombeiros e anunciou o aprofundamento dos benefícios fiscais e sociais para os voluntários.

O ministro da Administração Interna fala em alteração significativa na remuneração das equipas de intervenção permanente. Passa dos atuais 617 euros atuais para estar acima dos 700 euros.

Ao lado do ministro da Administração interna, sem declarações gravadas, o presidente da Liga de Bombeiros, Jaime Marta Soares, confirmou: serão 740 euros, 14 meses + subsídio de alimentação. A juntar, para todos os bombeiros, há depois o aprofundamento dos benefícios fiscais e sociais, que poderá conhecer melhor no áudio desta notícia.

Mas os bombeiros querem saber como é que o papel que assumem na proteção civil sai valorizado, o que poderá passar por terem voz na decisão do perfil de candidatos aos comandos regionais.

Eduardo Cabrita, em Aveiro, fez questão de sublinhar ainda o aumento do número de equipas de intervenção permanente. Diz o ministro que em 18 meses foram criadas mais equipas que nos últimos 18 anos. O futuro, quer o ministro da Administração Interna, passa por ter uma equipa de intervenção permanente em cada uma das corporações de bombeiros do país, que são 438 na totalidade.

Nos próximos dias é esperado tempo seco e quente. O ministro da Administração Interna diz que está tudo a postos na Proteção Civil para fazer frente a eventuais problemas, mas conta com o apoio cívico da população.

Fonte: TSF

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________