Exercício Internacional de Catástrofe nas Taipas - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 21 de março de 2019

Exercício Internacional de Catástrofe nas Taipas


Esta ação, que é certificada por entidades internacionais como ESTES (European Society for Trauma and Emergency Sugery) e Board Europeu do MRMI decorrerá com o apoio e a colaboração da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC).

Os Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas, em Guimarães, acolherão de sexta-feira até domingo o Medical Response to Major Incidents (MRMI), formação internacional e pós-graduada diferenciada na área da emergência e catástrofe com exercícios e simulacros em vários teatros de operações, entre os quais o Estádio do Vitória de Guimarães.

A formação é baseada num modelo de simulação avançada, treinando toda a cadeia de comando, cenário do acidente, transportes, pré-hospitalar, gestão de hospitais face a cenários de multivítimas, triagem, corredores de evacuação e estrutura da comunidade que possa utilizar na resposta a um incidente multivítimas, em situações de catástrofe.

Os principais responsáveis são Sten Lennquist, Itamar Askenhazi, Cláudia Ruffini e Josip Samardzic, Pedro Ramos e Luís Vale, sendo diretor do curso Manuel Filipe Serralva, um médico especializado em medicina de emergência, onde detém já uma larga experiência.

Esta ação, que é certificada por entidades internacionais como ESTES (European Society for Trauma and Emergency Sugery) e Board Europeu do MRMI decorrerá com o apoio e a colaboração da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC).

A iniciativa é ministrada em Portugal pela equipa de formadores do Madeira Internacional Disaster Training Center (MIDTC) e é considerado uma das melhores formações para resposta à emergência em situações de catástrofe a nível internacional, destinado a todos os agentes de proteção Civil, bombeiros, Polícia, GNR, Exército, Marinha, Força Aérea, enfermeiros, médicos, psicólogos e todos quantos desempenham funções de proteção e socorro às populações.

Em Portugal, o grupo de instrutores MRMI foi já responsável pela formação de muitos profissionais de várias áreas em diversas cidades do País, como Funchal, Angra do Heroísmo, Cascais, Lisboa, Coimbra, Oliveira de Azeméis e Aveiro.

São formadores Ana Madruga, Armando David, Carlos Freitas, Carmo Caldeira, Dinarte Freitas, Dino Fernandes, Filipe Serralva, Lara Marcelo, Lúcia Andrade, Luís Gomes, Luís Jardim, Luís Vale, M. Carmo Silva, Magna Correia, Miguel Silva, Nicodemos Fernandes, Nicolau Pestana, Pedro Santos, Ricardo Pires, Ricardo Fernandes, Rui Faria, Sérgio Zenha, Válter Ferreira e Vítor Correia.

Fonte: Jornal i

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________