Escândalo nos Bombeiros da Parede Envolve Militantes do PS e do PCP - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 13 de março de 2019

Escândalo nos Bombeiros da Parede Envolve Militantes do PS e do PCP


Já tínhamos sido contactados por alguns bombeiros voluntários da Parede que nos pediram ajuda para algo que se estava a passar na sua corporação. No entanto, como até à data não tínhamos como cruzar as fontes, fomos adiando este post até termos algo mais concreto e seguro para partilhar com os nossos leitores.

O que se está a passar no quartel de bombeiros da Parede é gravíssimo e um autêntico atentado à democracia.

Nos últimos meses foi preparado uma manobra de tomada de posse liderada pelo antiga vereadora socialista Teresa Gago. Segundo um email que nos fizeram chegar, há um conjunto de provas que indiciam que três membros do Conselho de Administração, sob comando da antiga autarca, se organizaram para tomar conta da corporação. Nesse email é-nos descrito que um anormal número de novos associados foi registado de repente e que, apesar de não terem nenhuma quota paga e o tempo mínimo de associado, foi-lhes concedido o direito ao voto.

Desta forma, com o auxilio destes associados de "última hora", foi possível destituir, em Assembleia Geral, o actual Presidente dos Bombeiros da Parede.

Para Jorge Martins, que se recusa a abandonar a corporação e os seus homens, todo este acto é um "assalto" provocado por interesses partidários, e aponta o dedo - ao que sabemos - a João Cordeiro, do PS, e a Clemente Alves, do PCP, como os principais mentores desta acção liderada pela antiga Vereadora Socialista.

Recorde-se que Teresa Gago já tinha contado com o apoio de ambos quando foi derrotada nas eleições para este mesmo órgão.

Como se pode ver na reportagem da CMTV, a corporação está ao lado do actual Presidente e recusa ceder aos interesses partidários e a esta tentativa de controlo da corporação.

Fonte: cascaisemreflexao.blogspot.com

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________