Bombeiros de Portimão são a Corporação que mais Ocorrências Resolveu no Algarve - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 13 de março de 2019

Bombeiros de Portimão são a Corporação que mais Ocorrências Resolveu no Algarve


Os Bombeiros Voluntários de Portimão são a corporação do Algarve que, nos últimos dois anos, mais ocorrências resolveu, de acordo com dados da Autoridade Nacional de Proteção Civil aos quais o CM teve acesso. 

Desde 2017, o mês de agosto é, naturalmente, o mais fértil em casos, ou seja, o que mais trabalho dá aos operacionais. O crescimento do número de turistas a visitar o concelho potencia o facto de Portimão liderar no número de situações resolvidas. Houve um "crescimento da cidade, não apenas em termos populacionais" mas também "a sua afirmação enquanto destino turístico internacional durante todo o ano", refere Richard Marques, comandante há cinco anos dos voluntários de Portimão - que contam com 126 operacionais. 

O aumento de acidentes foi a tendência registada em Portimão, mas as situações de doença e trauma são as dominantes desde há dois anos, no Algarve. "Precisamos sempre de mais meios para evoluir", diz Richard Marques mas sublinha "o apoio vital da autarquia de Portimão, da Associação Humanitária dos Bombeiros e de mecenas" para atualizar os meios.

PORMENORES 
Maior ocorrência do ano 

O incêndio de agosto em Monchique foi a ocorrência no Algarve que mais meios mobilizou em 2018. Já em 2017, a rendição de meios no município de Loulé foi a que envolveu mais operacionais nesse ano. Em janeiro deste ano, registaram 4344 ocorrências na região. 

Eficácia na resposta 
A corporação de Portimão demora uma média de um 1 minutos e 33 segundos a sair do quartel, cerca de 10 minutos a chegar ao teatro de operações e aproximadamente 25 minutos a resolver as ocorrências.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________