Alto Minho Vai Ter Primeiro Centro de Proteção Civil Intermunicipal do País - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 21 de março de 2019

Alto Minho Vai Ter Primeiro Centro de Proteção Civil Intermunicipal do País


Os municípios de Valença, Vila Nova de Cerveira e Paredes de Coura associaram-se para a criação do primeiro centro de Proteção Civil intermunicipal.

Com uma articulação de meios já em vigor e com efeitos práticos no terreno, as autarquias pretendem agora levar a ideia mais longe com a construção no aeródromo de Cerval (Valença) de um edifício sede.

O futuro centro operacional agregará meios e recursos humanos, os gabinetes técnicos florestais já existentes e ainda uma pista de categoria 1 para aviões ligeiros de ataque a incêndios e um heliporto de apoio ao INEM, representando um investimento de cerca de 1,2 milhões de euros.

O projeto de arquitetura foi apresentado esta quinta-feira no local da futura edificação ao Secretário de Estado da Proteção Civil, que considerou a parceria daqueles três municípios "lógica e um exemplo" a seguir a nível nacional.

"Isto é novo no país. Há projetos do género mais de escala local, mas de escala intermunicipal virão a resultar em função da nova orientação assumida pela Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANC) e pelo ICNF", declarou José Neves, referindo ser desejável que os restantes municípios da região do Alto Minho (Viana do Castelo, Ponte de Lima, Ponte da Barca, Arcos de Valdevez, Monção e Melgaço) se associem ao projeto.

"Desejamos que esta iniciativa se expanda para a própria Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, porque a lógica da reforma do ICNF e da ANC é que haja uma escala intermunicipal integrada a trabalhar toda no mesmo sentido, com decisão política e decisão operacional devidamente coordenada", afirmou.

Quanto ao financiamento da construção do futuro edifício no aeródromo de Cerval, situado numa zona de fronteira entre Valença e Vila Nova de Cerveira, José Neves admitiu que o projeto terá "elegibilidade" para fundos comunitários.

Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________