Falta de Macas Retém Ambulâncias no Hospital de Penafiel - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Falta de Macas Retém Ambulâncias no Hospital de Penafiel


Várias ambulâncias encontravam-se na tarde desta quarta-feira retidas à porta do Hospital Padre Américo, do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, devido à grande afluência de doentes às urgências.

As macas retidas "estão a deixar dezenas de ambulâncias inoperativas, sem possibilidade de fazerem socorro", desabafaram alguns voluntários ao JN.

Os bombeiros queixam-se de falta de macas no hospital e referem que os doentes estão a fazer os tratamentos nas macas das ambulâncias.

A meio da tarde, alguns bombeiros ainda não tinham almoçado.

Há corporações que estão há várias horas à espera dos veículos e admitem temer uma situação mais grave, pois garantem que não têm meios para responder em caso de tragédia.

"Não sei o que se passa, mas tem sido assim durante esta semana. Hoje, por exemplo, tenho lá uma ambulância que saiu de Resende às 13 horas e já são 17 horas e ainda lá permanece. Tentamos gerir internamente a situação", disse ao JN António Bártolo, adjunto do comando dos Bombeiros de Resende.

O JN tentou obter esclarecimentos junto do Conselho de Administração do Centro Hospital do Tâmega e Sousa, mas ainda não obteve os esclarecimentos solicitados.

Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________