Dia Europeu do 112: Vamos parar com a brincadeira das chamadas falsas? - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Dia Europeu do 112: Vamos parar com a brincadeira das chamadas falsas?


No Dia Europeu do 112, o grupo VOST Portugal deu um murro na mesa. “Se não gostas que os teus amigos brinquem contigo por coisas sérias, porque é que deixas que brinquem com o 112?”, questionam no vídeo lançado esta segunda-feira.

Em 2018, foram feitas 20 mil chamadas falsas para o INEM – cerca de 50 por dia – e accionaram-se 7500 meios, viaturas necessárias para situações de emergência reais. “Isto é um problema do qual as pessoas não têm noção e é preciso alertá-las.” Por isso, o VOST Portugal lançou esta segunda-feira, em jeito de celebração do Dia Europeu do 112, uma campanha para “acabar com a brincadeira” das chamadas falsas para o número de emergência português.

“7500 meios deslocados para situações falsas é muito dinheiro que se gasta e, principalmente, são muitas vidas que se põem em perigo”, diz ao P3 Jorge Gomes, 48 anos, empresário e membro do "grupo de voluntários digitais em situações de emergência", como se apresentam. Numa “perspectiva de intervenção”, o VOST Portugal apresenta um vídeo para “lembrar as pessoas que estas coisas não se fazem, nem se deve admitir fazer”.

“Se não gostas que os teus amigos brinquem contigo por coisas sérias, porque é que deixas que brinquem com o 112?”, questionam no vídeo. O grupo acredita que “há uma série de comportamentos sociais que têm de ser mudados”. A ideia, explica Jorge, é "se alguém disser: ‘Epá, boa ideia era ligar para o 112 a inventar que houve um desastre’, alguém dizer: ‘Não faças isso’”. Assim, a campanha surge para prevenir comportamentos e, com os números apresentados, sensibilizar a população para o perigo das chamadas falsas.

Depois do sucesso do acompanhamento no Twitter do incêndio de Monchique e da tempestade Leslie, o grupo espera agora que a campanha chegue ao maior número de pessoas possível. Vão, inclusive, enviar o vídeo a escolas e câmaras municipais.

No dia em que se celebra o Dia Europeu do 112, o grupo VOST Portugal integrou também a campanha #HumansOf112, promovida pela European Emergency Number Association. "Em situações de emergência, a única informação que tem valor é a credível. É muito importante para nós que a informação que difundimos tenha sido validada vezes sem conta até a colocarmos online", escreve João Pina, fundador da VOST Portugal, no site da iniciativa.

Criado em 2018, o colectivo é já membro da VOST Europa (acrónimo de Virtual Operations Support Team), uma rede de voluntários que actua em diversos países em cenários de cataclismo. O objectivo do grupo português, que conta com 50 membros, é “estar o mais próximo das populações, ter contacto com elas e ajudá-las em situações de emergência”, tendo como missão primária “parar os rumores online, detectar o que é falso e verdadeiro, denunciar o falso e replicar o verdadeiro”.

Fonte: Publico

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________