Centro de Meios Aéreos em Antiga Suinicultura de Monchique - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Centro de Meios Aéreos em Antiga Suinicultura de Monchique


Uma antiga suinicultura, localizada na encosta sul da Picota, vai ser transformada no novo centro de meios aéreos de Monchique. A obra custa cerca de 1,4 milhões de euros e é suportada a 75% por fundos comunitários, através do programa transfronteiriço Interreg - que vai comparticipar três outras intervenções para reforço das estruturas da Proteção Civil no Algarve. 

"O projeto já está feito e estamos apenas à espera que seja assinado o protocolo para lançar o concurso", afirma ao CM Rui André, presidente da autarquia, adiantando que, desta forma, será "retirado o heliporto do centro da vila" - será aí criado um centro rodoviário. 

O centro de meios aéreos e Proteção Civil vai ocupar o espaço de uma antiga suinicultura, que foi adquirida pela autarquia. Além do novo heliporto, serão criadas estruturas para acolher a equipa que opera com o meio aéreo e os militares do GIPS da GNR. 

O espaço deverá ainda vir a dispor de um centro de formação da Escola Nacional de Bombeiros. Este é um dos quatro projetos financiados pelo Interreg no Algarve, representando, no total, um investimento superior a 5 milhões de euros, apurou o CM junto de Jorge Botelho, presidente da Amal e da Câmara de Tavira. 

Neste concelho, será construído um quartel de apoio no centro de meios aéreos de Cachopo , permitindo albergar mais de uma dezena de operacionais. Os outros dois projetos com comparticipação comunitária dizem respeito a obras de melhoria da Base de Helicópteros em Serviço Permanente de Loulé e à criação de um espaço de formação da Proteção Civil em Castro Marim.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________