Temperaturas Vão Continuar muito Baixas, Alerta o IPMA - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Temperaturas Vão Continuar muito Baixas, Alerta o IPMA


Janeiro está a fazer esquecer o tempo quente que se fez sentir nas últimas semanas de 2018 e trouxe de volta o frio, típico desta época. Esta terça-feira há dois distritos com temperaturas mínimas abaixo de zero (Bragança, -3ºC e Braga com -2ºC) enquanto a Guarda e Setúbal devem ver os termómetros baixar até aos zero no momento mais frio do dia. Por causa das baixas temperaturas, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera tem grande parte dos distritos de Portugal continental sob um aviso meteorológico, ficando de fora apenas Viseu, Coimbra e Castelo Branco.

A situação deve manter-se até amanhã, quando aos três distritos que ficam de fora do aviso por causa do tempo frio, se junta o de Faro. Temperaturas negativas, esta quarta-feira, estão previstas apenas para Bragança, que deverá chegar aos -2ºC. Para quinta-feira, os avisos desaparecem dos mapas divulgados na página da internet do IPMA, mas as temperaturas baixas vão-se manter.

Bragança (-2ºC), Vila Real e Guarda (-1ºC) vão ser os distritos em que o frio vai chegar com mais força, fazendo-se sentir até nas temperaturas máximas, que serão as menos elevadas destes três dias, não ultrapassando os 6 graus Celsius na Guarda, os 8 em Bragança e os 12 em Vila Real.

Para esta terça-feira, a temperatura máxima mais elevada será sentida em Leiria, onde são esperados 18 graus.

A Direcção-Geral da Saúde relembra que “a exposição ao frio intenso, sobretudo durante vários dias consecutivos, pode ter efeitos negativos na saúde”, com destaque para “o aparecimento de doenças como a gripe e outras infecções respiratórias, bem como o agravamento das doenças crónicas, nomeadamente cardíacas e respiratórias.”

Fonte: Publico

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________