Bombeiros de Azambuja com Novo Quartel até 2021 - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Bombeiros de Azambuja com Novo Quartel até 2021


O novo quartel dos Bombeiros de Azambuja deverá ser uma realidade até 2021. A garantia foi dada pelo presidente da Câmara Municipal de Azambuja, Luís de Sousa, durante a sessão solene dos 86 da instituição que aconteceu nos dias 19 e 20 de janeiro.

Luis de Sousa, ao Valor Local, diz fazer questão de “ajudar os bombeiros de Azambuja na resolução deste prolema nos próximos dois anos”, acrescentando que espera ainda enquanto presidente da Câmara “colocar a primeira pedra desse quartel há muito pedido pelos soldados da paz”.

Em declarações exclusivas ao Valor Local, Luís de Sousa, salienta que estão a decorrer negociações e que em breve no âmbito do PDM será cedido à autarquia um terreno junto à Quinta da Marquesa. Esse mesmo terreno será posteriormente cedido aos bombeiros para alavancar esse projeto.

Luís de Sousa salienta que esta é uma necessidade urgente, vincando estar em sintonia com a direção dos bombeiros de Azambuja. Todavia em dia de aniversário, o presidente da Câmara foi mesmo um “mãos largas” tendo presenteado os bombeiros de Azambuja, também com um autotanque de grande capacidade no valor de 70 mil euros.

Ao Valor Local, o autarca referiu o papel importante dos soldados da paz na proteção civil, e anunciou já ter protocolado com os bombeiros de Alcoentre a compra de um veículo de desencarceramento no valor de 200 mil euros, valor esse justificado pelo equipamento que o mesmo inclui.

Para os bombeiros de Azambuja, o dia de anos foi mesmo de prendas, porque para além da viatura cedida pela Câmara Municipal, os voluntários inauguraram ainda uma ambulância INEM e um Posto INEM, bem como uma viatura de transporte de doentes não urgentes. As prendas não acabaram por aqui, pois está em fase de conclusão a aquisição de um outro veículo, desta vez destinado ao combate de incêndios florestais.

André Salema, presidente da direção dos bombeiros de Azambuja, que não poupou elogios à Câmara Municipal e ao seu presidente,  fez saber que as negociações com a autarquia e com o INEM nem sempre foram fáceis.

Desde 2012 que a associação pretendia uma Equipa de Intervenção Permanente, algo só agora possível, bem como o Posto de Emergência Médica do Instituto Nacional de Emergência Médica. “Tratou-se de um percurso muito complexo, mas que viu no passado mês um ponto final”. O dirigente lembrou, ainda, que no passado com o encerramento das urgências do Centro de Saúde de Azambuja, foi perdida a oportunidade de reivindicar um reforço de meios em contrapartida, “mas  não o soubemos exigir”.

Desde 2006 até hoje e depois de muitas negociações, o Posto de Emergência Médica do Instituto Nacional de Emergência Médica é uma realidade. Uma realidade só possível, segundo André Salema, graças à persistência do atual comandante Ricardo Correia, que foi inclusive o padrinho da ambulância cedida pelo Estado aos bombeiros de Azambuja.

Sobre esta nova viatura, Ricardo Correia lembrou que há um ano tinha como um dos objetivos conseguir a ambulância do INEM para Azambuja. Mas também a viatura de combate a fogos florestais e um novo veículo de transporte de doentes não urgentes. Em 2019, o comandante diz ter ficado contente por ter conseguido esses objetivos, mas referiu que não esperava uma viatura de grande capacidade. Este é um veículo que vem substituir um outro que já não oferece condições de segurança, e que para além de servir para reabastecer outros carros, também servirá para “a subsistência das nossas populações, do nosso sector agrícola e industrial em caso de impactos causados pela interrupção do fornecimento do serviço de águas”, refere o operacional.

Sobre o posto de emergência médica, Ricardo Correia, recorda que o assunto nem sempre foi pacífico, no entanto, o mesmo foi conseguido “mesmo contra todas as crenças internas e externas, dado o tempo que já havia passado e todas as tentativas sem sucesso”. Este posto que surge na relação de parceria entre o INEM e os bombeiros de Azambuja, “permitirá muito em breve garantir uma resposta sustentada em ambiente profissional, ainda mais musculada, 7 dias por semana, 24 horas por dia”.

Fonte: Valor Local

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________