Bombeiro Ferido em Incêndio diz-se Abandonado. "Não Tínhamos o Que Comer" - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

domingo, 6 de janeiro de 2019

Bombeiro Ferido em Incêndio diz-se Abandonado. "Não Tínhamos o Que Comer"


João Lopes “sempre” dedicou a vida aos bombeiros. Agora, dependente de uma máquina de oxigénio, o homem não consegue trabalhar e garante que não recebe qualquer apoio.

João Lopes ficou ferido quando, em agosto do ano passado, seguia num camião dos Bombeiros Voluntários de Lagos que sofreu um acidente a caminho do incêndio de Monchique.

Volvidos cinco meses, o homem de 54 anos está em casa, dependente de uma máquina de oxigénio, pois o acidente provocou-lhe um traumatismo torácico que provocou graves lesões nos pulmões, estando agora na lista de espera para um transplante pulmonar.

Sem poder trabalhar, João Lopes e a família têm passado por momentos muito difíceis, como o mesmo contou à TVI.

“Já tivemos alturas em que não tínhamos nada para comer”, admitiu o homem, lamentando a ausência de ajuda: “Ninguém me ajudou em nada, nem bombeiros, nem Liga dos Bombeiros”.

Aos 54 anos, João Lopes vê o seu sonho de ser bombeiro tornar-se num verdadeiro pesadelo para si e para a sua família, que sofre com a sua situação. “Sinto-me injustiçado por não ter o apoio que deveria ter. A minha vida sempre foi os bombeiros. Sempre. Eu dei a minha vida pelos bombeiros”, sublinhou.

A TVI entrou em contacto com a seguradora responsável pelo caso que recusa assumir as lesões pulmonares como consequência do acidente pois, explicou a esposa de João Lopes, meses antes tinham sido detetadas bolhas nos pulmões do bombeiro.

Por sua vez, o comando dos bombeiros de Lagos explicaram que enquanto o processo não estiver concluído não podem avançar com um pedido de pensão para João Lopes. Até lá, este bombeiro e família vão vivendo com 400 euros que João recebe pela baixa.

Fonte: Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________