Homem detido por fazer falsa chamada para o 112 - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Homem detido por fazer falsa chamada para o 112


A PSP de Vila Real anunciou esta terça-feira a detenção de um homem de 46 anos suspeito da prática de um crime de abuso e simulação de sinais de perigo, depois de uma falsa chamada para o 112. 

Segundo informou a PSP, na madrugada de sábado, os elementos policiais foram acionados para uma ocorrência que narrava agressões e disparos de arma de fogo, numa artéria da cidade de Vila Real. O alerta, de acordo com a Polícia, tinha sido rececionado através de uma chamada para o número nacional de emergência 112, a qual foi encaminhada para o Centro de Comando e Controlo (CCC) da PSP de Vila Real. 

Para o local foram também acionados meios de emergência e socorro, nomeadamente, uma ambulância. Ao chegarem ao local, os policias e os meios de emergência não detetaram qualquer desordem, pelo que efetuaram várias diligências, nomeadamente, solicitar o número de contacto telefónico que efetuou a chamada. De seguida, os agentes fizerem uma chamada de retorno e constataram que o telemóvel de um indivíduo que se encontrava junto ao local de ocorrência começou a tocar, contou a PSP. 

Confrontado com as suspeitas de ter efetuado uma chamada falsa, o indivíduo acabou por assumir a sua autoria, justificando a sua atitude com a necessidade de falar com alguém. O suspeito foi detido e o telemóvel pessoal foi apreendido, por ter sido utilizado para cometer o ilícito criminal. O indivíduo foi notificado para comparecer no Tribunal de Vila Real na segunda-feira, mas, segundo disse à agência Lusa fonte da PSP, não compareceu, pelo que será agora notificado pelo próprio tribunal.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário