Suspeita de Ação Criminosa para Criar "Inferno" de Chamas em Baião - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Suspeita de Ação Criminosa para Criar "Inferno" de Chamas em Baião


Quatro incêndios florestais num raio de três quilómetros no concelho de Baião obrigaram ao reforço de meios de combate com uma dezena de corporações da região.

Os alertas de fogo começaram a cair no quartel dos bombeiros de Baião na segunda-feira ao inicio da noite e prolongaram-se pela madrugada dentro. Às primeiras horas do dia, dois meios aéreos ajudaram a controlar os incêndios.

"Tudo indica que se tratou de uma ação criminosa concertada para criar um inferno", admitiu ao JN José Costa, comandante dos Bombeiros de Baião.

As ocorrências foram registadas em três freguesias - Mesquinhata, Ancede e Gôve - que fazem fronteira entre si, o que provocou um desassossego na zona. "Houve uma altura que não conseguíamos combater o fogo por causa do vento. Felizmente que conseguimos, ainda assim, evitar que as chamas atingissem habitações que estiveram em perigo", acrescentou o responsável.

O primeiro foco de incêndio ocorreu cerca das 20 horas no lugar de Ingilde, às portas da vila de Baião. Meia hora depois começou outro fogo em Esmoriz, Ancede. Às 21 horas era dado o terceiro alerta de incêndio, no caso, junto à Igreja de Mesquinhata. Por último, cerca da 1.30 horas, em Cimo de Vila, Ancede, era registado o quarto fogo florestal da noite.

Fonte: JN

Sem comentários:

Enviar um comentário