Pombal de Luto Perdeu Seis dos Seus - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Pombal de Luto Perdeu Seis dos Seus


Vidas desfeitas, numa manhã trágica (mais uma…) no IC8, em Pombal. O Itinerário Complementar, onde desde o início do ano, só nos concelhos de Pombal e Ansião, já 14 pessoas morreram. Seis só hoje. Assim, de uma assentada. No meio de um nevoeiro traiçoeiro.

O Ruben Ferreira, de 25 anos, residente em Folgado, o Cristóvão Carreira, Titó para os amigos, de 24 anos, de Bouchada, Rafael Mendes, de 21 anos, de Pombal, Joel Aires, de 28 anos, de Carnide de Baixo, Hélder Gomes, de 36 anos, de Água Formosa, e Sebastião Miranda, de 32 anos, de nacionalidade brasileira, a viver com a família na Guia, no concelho de Pombal como todos os outros, perderam a vida numa trágica colisão entre duas carrinhas em que seguiam para o início de mais uma semana de trabalho.

Os quatro primeiros, todos jovens, ao serviço da empresa Pavimilhas, de Carnide, e os outros dois a trabalharem para a Ilhaugusto, de Moitas Brancas (Ilha).

O cenário, à chegada dos primeiros socorros, pouco passava das 7h00, fazia antever o pior, que se veio a confirmar. Numa amálgama de latas, ninguém resistiu.

Pombal chora agora a perda dos seus. Familiares, amigos e conhecidos não escondem a dor e a consternação por um desfecho que nunca se espera.

O Município expressou “o seu maior pesar pelas vítimas do violento acidente (…) cujo fatídico desfecho deixou todo o concelho em estado de consternação, ficando hoje mais pobre com a perda da vida de seis pombalenses”.

“Perante uma tragédia desta natureza, o Município, em conjunto com os seus parceiros institucionais, disponibilizou desde a primeira hora todos os meios necessários para apoiar os familiares das vítimas, nomeadamente no que concerne ao apoio psicológico”, refere uma nota da edilidade, sublinhando que a autarquia “acompanha na sua dor todas as famílias atingidas por esta tragédia, estendendo a nossa desolação a todos os responsáveis e colaboradores das empresas que esta manhã faziam deslocar as vítimas para os seus respectivos locais de trabalho”.

A hora é luto, na preparação das derradeiras homenagens, ainda sem data marcada.

Fonte: Jornal Terras de Sicó

Sem comentários:

Enviar um comentário