INEM Assina Contrato de Aquisição de Quatro Helicópteros de Emergência Médica - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

INEM Assina Contrato de Aquisição de Quatro Helicópteros de Emergência Médica


Duas aeronaves médias e duas ligeiras constituem os meios mais diferenciados que o INEM tem e que, a partir do próximo dia 1 de novembro, estarão ao serviço de todos os portugueses. Mantém-se os custos do atual contrato mas há um upgrade do serviço.

Luís Meira, Presidente do Conselho Diretivo do INEM, destacou o facto de ser possível “fazer uma diferenciação do serviço, permitindo disponibilizar duas aeronaves médias para o transporte de dois doentes em simultâneo, ou em casos de situações de transplante, até uma equipa de cinco profissionais de saúde, apenas num só equipamento.”

O INEM garante, desta forma, um dispositivo permanente e exclusivo de quatro helicópteros, para situações de emergência médica, com equipas compostas por médicos e enfermeiros, bem como equipamentos e consumíveis assegurados diretamente pelo INEM, dispondo de capacidade para prestação de cuidados de Suporte Avançado de Vida.

O dispositivo, contratado para o período de 2018-2023, resulta de um investimento realizado pelo INEM e que totaliza 38,7 milhões de euros.

O contrato para aquisição, por parte do INEM, de quatro Helicópteros dedicados exclusivamente à Emergência Médica foi assinado no passado dia 7 de setembro, na sede dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) em Lisboa. Esta aquisição é feita de acordo com a Resolução do Conselho de Ministros n.º 38/2018, que autorizou a despesa com a aquisição dos serviços de disponibilização, locação, manutenção e operação de meios aéreos.

Sem comentários:

Enviar um comentário