Incêndios em Vila Real levaram a aumento da criminalidade em 7% - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sábado, 8 de setembro de 2018

Incêndios em Vila Real levaram a aumento da criminalidade em 7%


A criminalidade no distrito de Vila Real cresceu 7%, no ano passado, devido ao aumento do número de ocorrências de incêndios.

Já os crimes contra pessoas e património sofreram uma redução de 6%, o que, segundo o comandante distrital da GNR, Coronel António Leal, "permite concluir que o distrito de Vila Real é um território seguro".

Os números foram divulgados durante a comemoração do aniversário do Comando Territorial de Vila Real. O Coronel António Leal revelou que, no âmbito da defesa da floresta, foram identificados 126 indivíduos suspeitos e detidas duas pessoas. Foram ainda elaborados 1248 autos por ilícitos criminais e 300 contraordenações.

No âmbito da segurança rodoviária, a GNR de Vila Real fiscalizou cerca de 50 mil condutores e levantados 13 mil autos de contraordenação, em 2017. "Destes condutores, 644 conduziam sob a influência de álcool e 72 sem habilitação legal", esclareceu.

O comandante da GNR revelou ainda que "registaram-se 1704 acidentes, de que resultaram 538 feridos leves, 29 feridos graves e 15 vítimas mortais". Com exceção dos feridos graves, os restantes números aumentaram em relação a 2016. "Este fenómeno constitui-se como o maior problema de segurança pública, de criminalidade e de morbilidade no distrito", salientou.

O oficial salientou ainda a violência doméstica como "uma das grandes preocupações" da unidade, tendo sido registados 330 crimes e seis detenções.

JN

Sem comentários:

Enviar um comentário