GNR Ferido em Mourão e Internado em Coimbra está Clinicamente Estável - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

GNR Ferido em Mourão e Internado em Coimbra está Clinicamente Estável


O militar da GNR que ficou ferido na segunda-feira no incêndio em Mourão, Évora, e que se encontra internado em Coimbra está clinicamente estável e com prognóstico reservado, disse o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC). 

De acordo com a mesma fonte, "o GNR proveniente do incêndio de Mourão, de 39 anos, entrou no Serviço de Urgência do CHUC e encontra-se internado na Unidade de Queimados. "Tem queimaduras de 2.º e 3.º grau em cerca de 60% da superfície corporal. Está entubado e ventilado, clinicamente estável e com prognóstico reservado", explicou. O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) revelou na segunda-feira que três dos militares da GNR queimados no incêndio no concelho de Mourão são "feridos graves". 

Um foi levado inicialmente para o Hospital de Évora e depois para o Hospital de São José, em Lisboa, e os outros dois foram transportados para Coimbra e Porto. O CHUC informou também a agência Lusa de que o bombeiro da Nazaré proveniente do incêndio de Seia, de 46 anos, entrou no Serviço de Urgência no dia 25 de agosto e está internado na Unidade de Queimados do CHUC. "Tem 19% da superfície corporal queimada com queimaduras de 1.º e 2.º grau. Está clinicamente estável e tem prognóstico favorável", referiu o centro hospitalar. 

Em Coimbra permanece ainda o jovem de 24 anos que ficou ferido num incêndio rural de Estremoz (distrito de Évora) em 04 de agosto. "Veio transferido do Hospital Espírito Santo/Évora para a Unidade de Queimados do CHUC no dia 05 de agosto, com queimaduras de 2.º grau em 35% da superfície corporal, e encontra-se clinicamente estável", acrescenta o centro hospitalar.

Fonte: Correio da Manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário