Crianças Vão Aprender a Prevenir Enfartes - VIDA DE BOMBEIRO

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Crianças Vão Aprender a Prevenir Enfartes


Escolas portuguesas vão projetar vídeo de sensibilização para a importância de prevenir um ataque cardíaco.

A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) vai levar às escolas nacionais um vídeo de sensibilização para a prevenção do enfarte agudo do miocárdio. A iniciativa é dirigida a crianças dos 5 aos 10 anos e faz parte das comemorações do Dia Mundial do Coração.

De acordo com um comunicado enviado pela APIC ao Notícias ao Minuto, o objetivo é que as crianças compreendam a gravidade de um enfarte e saibam como prevenir a doença, transformando-se em adultos mais saudáveis.

Além disso, ainda segundo a mesma associação, com este vídeo as crianças poderão ter ferramentas para incentivar os pais a adotar comportamentos mais saudáveis para prevenir os ataques cardíacos.

Recorde-se que o enfarte agudo do miocárdio, ou ataque cardíaco, ocorre quando uma das artérias do coração fica obstruída, o que faz com que uma parte do músculo cardíaco fique em sofrimento por falta de oxigénio e nutrientes. Esta obstrução é habitualmente causada pela formação de um coágulo devido à rutura de uma placa de colesterol.

Os sintomas mais comuns são a dor no peito, por vezes com irradiação ao braço esquerdo, costas e pescoço, acompanhada de suores, náuseas, vómitos, falta de ar e ansiedade. Na presença destes sintomas é importante ligar imediatamente para o 112.

Para evitar um enfarte, é aconselhável fazer uma alimentação saudável, não fumar, reduzir o colesterol, controlar a tensão arterial e a diabetes, praticar exercício físico, vigiar o peso e evitar o stress.

Fonte: Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________