Homem Passa Três Dias à Fome e Sede em Ravina nos Açores - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Homem Passa Três Dias à Fome e Sede em Ravina nos Açores


Um homem foi resgatado pela Força Aérea de uma ravina na ilha de São Jorge, Açores, após ter ali estado preso durante três dias sem ter acesso a comida ou bebida. 

Ao que o CM apurou, a vítima, residente na ilha de São Jorge, tomou sozinha a iniciativa de fazer uma caminhada na quarta-feira à tarde. Com problemas mentais e a necessitar de medicação, o homem caminhou vários quilómetros. De uma forma que ainda permanece por explicar, acabou por ir parar à Fajã dos Cubres, uma ravina íngreme na costa norte da ilha de São Jorge. Perdido no meio da vegetação cerrada, o homem não conseguiu encontrar a saída. 

Ao que o CM apurou, foram familiares que já na quinta-feira participaram o desaparecimento à PSP da Calheta. De imediato foi acionado o dispositivo de Proteção Civil dos Açores que permitiu localizar o homem na Fajã dos Cubres. A difícil acessibilidade do local onde a vítima se encontrava obrigou à chamada da Força Aérea. Assim, no sábado, e mal as condições atmosféricas e de luminosidade o permitiram, levantou voo da base das Lajes um helicóptero EH-101 Merlin. Os militares da tripulação da aeronave detetaram o local exato onde o homem estava, e um recuperador-salvador desceu até ele, içando-o até ao helicóptero. 

A vítima estava bastante debilitada fisicamente, com muita fome e sede. Mal o helicóptero aterrou, o homem foi transportado pelos bombeiros da Calheta para a unidade hospitalar mais próxima. A PSP tomou conta da ocorrência.

Fonte: Correio da manhã

Sem comentários:

Enviar um comentário