GIPS Recebem Primeiras 20 Viaturas de Lote de 80 no Valor de 2,2 Milhões - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 3 de julho de 2018

GIPS Recebem Primeiras 20 Viaturas de Lote de 80 no Valor de 2,2 Milhões


O Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR recebeu hoje 20 viaturas ligeiras de combates a incêndios, num total de 80, que serão entregues durante este mês de julho num valor de 2,2 milhões de euros.

As 20 novas viaturas foram entregues aos GIPS da Guarda Nacional Republicana pelo secretário de Estado da Proteção Civil, José Neves, que, no final da cerimónia, afirmou que, na próxima sexta-feira, esta unidade especializada da GNR vai receber mais carros de combate a incêndios e "dentro de uma semana, duas no máximo", estarão no terreno todos os veículos necessários para o dispositivo.

Segundo o Ministério da Administração Interna, estas 20 viaturas ligeiras de combate a incêndios fazem parte de um lote de 80, num investimento de 2,2 milhões de euros, sendo outras 21 entregues na sexta-feira e as restantes 39 nas próximas semanas.

"Estes carros vão para vários centros de meios aéreos e para as várias equipas que estão no terreno, já com os equipamentos de proteção individual", disse José Neves.

Este ano, o GIPS da GNR foi reforçado com 500 novos elementos, passando a ter um efetivo de 1.064 militares e, pela primeira vez, vai atuar em todo o continente e na Madeira no combate inicial e ampliado a incêndios rurais

O secretário de Estado afirmou que "esta força especial da GNR foi preparada nos últimos meses" e está pronta para intervir em todo país, estando os seus operacionais em 39 centros de meios aéreos para o ataque inicial, além de garantirem quatro companhias de ataque ampliado posicionadas em zonas de maior risco de incêndio.

"Antes estava sedeada em 22 centros de meios aéreos agora garante a operação em 39 centros de meios aéreos" disse, explicando que num destes centros há dois helicópteros ligeiros o que totaliza 40 equipas helitransportadas dos GIPS, que têm como objetivo o ataque inicial de um incêndio.

O secretário de Estado sublinhou que se pretende "robustecer cada vez mais o ataque inicial", sendo, por isso, que há 40 helicópteros ligeiros e médios, que "rapidamente estão na frente de fogo para o eliminar" e "evitar que ganhe proporções elevadas".

O Governo vai ainda entregar em breve mais 16 viaturas pesadas de combate a incêndios rurais ao GIPS, carros que também já receberam o visto do Tribunal de Contas.

Em maio, o GIPS já tinha recebido oito novas viaturas todo-o-terreno para ações de fiscalização florestal e combate de primeira intervenção em incêndios.

Fonte: Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Enviar um comentário