Incêndios: Reforço de Meios Previsto para Terça-feira Ainda por Divulgar - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Incêndios: Reforço de Meios Previsto para Terça-feira Ainda por Divulgar


O combate aos incêndios deverá ter o primeiro reforço de meios a partir de terça-feira, com a entrada em vigor do agora denominado 'nível II', mas o dispositivo que estará no terreno ainda não foi divulgado.

A Diretiva Operacional Nacional (DON), que estabelece o dispositivo especial de combate a incêndios rurais (DECIR) para este ano, indica que, entre 15 e 31 de maio, os meios vão ser reforçados, integrando neste período até 6.290 elementos e até 1.473 veículos dos vários agentes presentes no terreno.

Nesta fase, que passa a chamar-se 'reforçado - nível II', os meios aéreos são no máximo 32, segundo a DON.

No sábado, o Ministério da Administração Interna divulgou que os 10 primeiros helicópteros alugados para combate a incêndios estão posicionados nos centros de meios aéreos e prontos a operar.

A estes 10 helicópteros alugados juntam-se as três aeronaves ligeiras da frota do Estado, totalizando 13 os meios aéreos ao serviço da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC)

A agência Lusa contactou a ANPC para saber os meios que vão estar no terreno na próxima quinzena, mas não obteve, até ao momento, resposta.

Entre os meios, a DON prevê, para este período, cerca de 1.700 bombeiros voluntários, 236 operacionais da Força Especial de Bombeiros (FEB), 1.081 do Grupo de Intervenção Proteção e Socorro e 950 do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SPENA) da GNR, além dos 1400 sapadores florestais.

Este ano, as fases de combate a incêndios foram substituídas por níveis de prontidão, passando o dispositivo a estar permanente ao longo do ano e reforçado entre 15 de maio e 31 de outubro.

De acordo com a DON, o maior reforço de meios está previsto para os meses de junho e outubro, mas continua a ser entre julho e setembro, conhecida pela fase mais critica de incêndios, o período que mobiliza o maior dispositivo.

Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Enviar um comentário