1300 Militares com Formação para Combate a Incêndios - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 31 de maio de 2018

1300 Militares com Formação para Combate a Incêndios


O Regimento de Apoio Militar de Emergência (RAME), com sede em Abrantes, já formou este ano mais de 1300 militares para apoio ao combate aos incêndios, estando esta força distribuída por 56 pelotões do Exército e dois da Marinha em diversos pontos do país.

As acções de formação ainda não terminaram e na próxima semana será a vez de cerca de 60 homens da engenharia militar receberem treino específico.

O Exército recebeu este ano diverso equipamento para situações de emergência, com destaque para o combate aos incêndios, mas, tal como foi revelado terça-feira, faltam ainda luvas, extintores dorsais e pás. Este material não foi entregue porque os concursos públicos ficaram desertos.

Este ramo militar teve uma intensa participação nos incêndios florestais do ano passado. Até 31 de Outubro, o Exército envolveu 16.809 homens e mulheres no apoio ao combate aos incêndios, alguns deles em combate em vários cenários de fogo nos 87 teatros de operação onde os militares estiveram envolvidos.

Os recursos humanos e materiais do Exército foram provenientes de 35 unidades militares e estiveram presentes em 170 concelhos de 17 distritos apoiados por 96 oficiais de ligação e 27 grupos de comando.

O RAME foi criado a 1 de Novembro de 2016 e tem como missão o apoio militar em cenários de acidentes graves ou catástrofes, naturais ou provocados.

Fonte: Publico

Sem comentários:

Enviar um comentário