Incêndios: Especialistas Portugueses Viajam para os EUA na Próxima Semana - VIDA DE BOMBEIRO

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Incêndios: Especialistas Portugueses Viajam para os EUA na Próxima Semana


Uma equipa de 12 especialistas portugueses, de agências públicas, associações e empresas, viaja na próxima semana para os Estados Unidos para consultas com peritos em gestão de fogos florestais, disse à Lusa fonte oficial da embaixada norte-americana.

Segundo a mesma fonte, a viagem foi organizada pela Estrutura de Missão para a Instalação do Sistema de Gestão Integrada de Fogos Rurais, liderada por Tiago Martins de Oliveira, pelo Serviço Florestal dos Estados Unidos (USFS) e pela embaixada dos EUA em Lisboa.

A equipa de 12 especialistas portugueses inclui representantes da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), do Exército português, do gabinete do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural e da estrutura de missão para os fogos rurais. Também inclui representantes de associações de agricultores e associações de proprietários, bem como de empresas com interesses no setor da floresta, casos da Altri e da Navigator.

"Vão viajar na próxima semana para os Estados Unidos para visitar o Centro Nacional Interagências para os Fogos, em Boise (no estado de Idaho), e vários locais no estado da Califórnia, para consultas com peritos em gestão de fogos florestais", indicou à Lusa a fonte da embaixada.

O governo português, sublinhou a fonte, vai cobrir todas as despesas da viagem dos 12 especialistas.

Num almoço hoje em Lisboa com legisladores norte-americanos luso-descendentes, na Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, o embaixador dos EUA, George Glass, considerou que a cooperação com Portugal na gestão e recuperação face aos fogos florestais de 2017 tem sido uma das suas primeiras prioridades.

"Estamos a usar uma vasta gama de ferramentas diplomáticas para ajudar. (...) A nível governamental trouxemos cá uma equipa do Serviço de Florestas dos EUA, para dar assistência técnica aos homólogos portugueses. Na próxima semana, especialistas portugueses vão a Boise (Idaho) para trabalhar de várias formas, incluindo programas de intercâmbio, para que mais americanos venham cá e dar mais apoio à medida que se aproxima a época dos fogos", disse George Glass sem dar mais pormenores.

Em dezembro de 2017 estiveram em Portugal os especialistas do Serviço Florestal dos Estados Unidos Tom Frey e Liz Schnackenberg, que na altura se reuniram com Tiago Martins de Oliveira, bem como com os seus homólogos de agências portuguesas.

Também visitaram a estação piloto de estabilização de emergência de áreas queimadas, bem como áreas de intervenção com trabalhos em andamento.

Liz Schnackenberg, especialista em hidrologia, visitou Alvarenga, Lousã, Oliveira do Hospital e Mação, enquanto o especialista em desastres internacionais Tom Frey reuniu-se com a Proteção Civil para discutir temas como a coordenação aérea e helicópteros de ataque inicial ao fogo. Ambos estiveram também na Escola Nacional de Bombeiros.

Nos dois maiores incêndios de 2017 - em junho e outubro - em Portugal morreram pelo menos 114 pessoas (109 mortes diretas e cinco indiretas).

Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________