Federação de Bombeiros exige espaço de reivindicação igual ao da Liga - VIDA DE BOMBEIRO

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 8 de março de 2018

Federação de Bombeiros exige espaço de reivindicação igual ao da Liga


A Federação Nacional de Bombeiros Portugueses (FNBP) exigiu hoje ao Governo um espaço de reivindicação igual ao da Liga dos Bombeiros Portugueses e manifestou "indignação e incompreensão" por "em nenhum momento" ter sido solicitada para reuniões.

"A Federação Nacional de Bombeiros Portugueses tem acompanhado as recentes decisões do Ministério da Administração Interna sobre assuntos relacionados com bombeiros voluntários e profissionais. Manifesta, assim, indignação e incompreensão pelo facto de em nenhum momento ter sido solicitada a presença nem da FNBP, nem da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais nem da Associação Portuguesa de Bombeiros Voluntários", refere em comunicado aquela federação.

A FNBP, composta pela Associação Nacional de Bombeiros Profissionais e Sindicato Nacional de Bombeiros Profissionais, sublinha que não entende "a razão pela qual não foram chamados pelo Ministério da Administração Interna para a mesa de negociações para resolver assuntos relacionados com os bombeiros", criticando o facto de as negociações estarem a ser feitas "apenas com Liga dos Bombeiros Portugueses, que representa as associações humanitárias, a entidade patronal, e não defende os legítimos interesses dos bombeiros".

"Passar a ideia de profissionalização dos bombeiros é falso, quando na realidade se trata de trabalho precário a prazo, quando é criada uma assimetria incompreensível nos pagamentos aos elementos que integram o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF)", refere o comunicado daquela federação.

A FNBP, que esteve reunida na quarta-feira em conselho geral, defende para os bombeiros voluntários e profissionais um fundo social, reformas idênticas, seguro de acidente pessoal cuja cobertura garanta as suas necessidades e assistência médica, e ainda que a profissão seja considerada de desgastes rápido.

Noticias ao Minuto

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

_______________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________