Google quer Ajudar os Serviços de Emergência a Localizar Eficientemente - VIDA DE BOMBEIRO

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Google quer Ajudar os Serviços de Emergência a Localizar Eficientemente


Os serviços de emergência tem uma tarefa árdua nas mãos. Para além de serem aqueles que estão na linha da frente na recepção de uma chamada para uma eventual emergência, sofrem a complexidade de explicar aos primeiros socorros o local exato da urgência.

Como deves imaginar não é tarefa fácil para as ambulâncias, polícia ou bombeiros saber exactamente o local da emergência, principalmente se estivermos numa cidade grande.

As operadoras fazem o que podem ao oferecer o local da chamada, contudo, a localização da operadora nem sempre é a mais precisa. A única localização que as operadoras conseguem oferecer é uma triangulação de antenas, que nem sempre está correta.

Mas a Google está disposta a ajudar e já entrou em parceria com os serviços de emergência dos EUA num teste que correu melhor do que o esperado. Numa chamada de emergência a Google consegue oferecer a localização quase exata da situação em menos de 30 segundos.

Google faz parceira com serviços de emergência nos EUA

Escusado será dizer que a rapidez é também um fator importante numa chamada destas. Com o serviço da Google conseguirão reduzir este tempo de espera para metade e reduzir o raio de chamada de 160 metros para apenas 36 metros.

Esta experiência foi feita nos Estados Unidos da América durante dois meses e foram recebidas dezenas de milhares de chamadas. Em todas elas o serviço da Google mostrou-se mais eficaz e prometedor.

Como nota o The Wall Street Journal, reduzir o tempo de resposta num minutos será capaz de salvar mais de 10 mil vidas ao ano. Estes dados apenas nos EUA, imagina em todo o mundo.

Ainda não sabemos se a parceria seguirá para a frente, nem se Portugal será um dos países a adotar a tecnologia, contudo, não vejo porque não optem por o fazer. Esperemos que as burocracias não sejam o impedimento ao avanço da tecnologia Google para o nosso serviço de emergência.

Fonte: https://4gnews.pt/

Sem comentários:

Enviar um comentário