Governo garante aviões de combate aos incêndios a tempo da época crítica - VIDA DE BOMBEIRO

_______________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

________________________________________________________________

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Governo garante aviões de combate aos incêndios a tempo da época crítica


Concurso para alugar 47 meios aéreos vai ser lançado no início de Dezembro, garante o ministro da Administração Interna.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, garante que não vão faltar os meios aéreos para combater incêndios florestais desde o início da época mais crítica.

Em entrevista à Renascença, o governante garantiu que, ao contrário do que avança a notícia do jornal “i”, os aviões e helicópteros estarão contratados a tempo e horas.

“[o concurso será lançado] já no início de Dezembro”, disse, acrescentando que terá “carácter urgente, isto é, com prazos mínimos”.

A notícia do jornal garantia que o concurso está atrasado e que levará entre cinco a seis meses e, por isso, os meios aéreos só estariam disponíveis em Maio ou Junho. “Será certamente muito antes disso”, garantiu Eduardo Cabrita.

O ministro revelou ainda que, pela primeira vez, o concurso vai “incluir uma resposta de meios aéreos também na região autónoma da Madeira”.

Nesta entrevista ao programa Carla Rocha - Manhã da Renascença, Eduardo Cabrita respondeu às criticas da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais, que contesta a escolha de um general da GNR para comandante da Protecção Civil.

O ministro da administração interna diz que o comando não pode obedecer a uma lógica corporativa.

“Não está escrito em lado nenhum que o ministro da Educação deva ser um professor ou que o ministro das Infraestruturas deva ser um engenheiro”, disse.

Eduardo Cabrita garantiu que não há qualquer desrespeito pelos bombeiros e destacou a “crescente profissionalização das corporações de bombeiros”.

Fonte: Renascença

Sem comentários:

Enviar um comentário

________________________________________________________________

--------------------------------------------------------------------------------------------------

________________________________________________________________

________________________________________________________________